TCE será duro com gestores que não prestarem contas

Por Portal do Holanda

10/03/2021 21h02 — em De olho na Política

Foto: Aleam

Com o objetivo de alcançar 100% das entregas de prestações de contas dentro do prazo, o presidente do TCE-AM, Mário de Mello, faz alerta aos 370 gestores públicos do Estado e dos 62 municípios, a prestar suas contas de 2020, até o dia 31 de março. O meio de envio é eletrônico, via internet.

Gás sem monopólio

A lei que põe fim ao monopólio da Cigás, aprovada pela Aleam, abre o mercado de distribuição do gás natural para muitas empresas do setor. A lei ampara o projeto do deputado Josué Neto, aprovado em 2020 e vetado pelo governo, com potencial de gerar 48 mil postos de trabalho em 19 municípios do Estado.
Josué disse que, aprovar a lei, é uma das iniciativas mais importante da Casa nos últimos dez anos. Para o presidente Roberto Cidade “é uma vitória dos amazonenses e um marco para a nossa economia”.

Lulalá

O ressurgimento de Lula na cena política já opera milagres. Ontem o maior adversário das máscaras contra a covid, Jair Bolsonaro, apareceu devidamente mascarado em cerimônia oficial no Planalto. E justamente para sancionar lei que possibilita a compra de vacinas, que ele também combatia. 
E com a frase “nossa arma é a vacina”, o clã Bolsonaro ganhou a mídia e se apoderou de todo o esforço do governador de SP, João Dória, para trazer e produzir vacinas e iniciar a vacinação no Brasil. 

Caso dos comissários 

Atendendo a determinação do STF, que considerou ilegal uma Lei Estadual de 2004, que transformou 124 cargos de comissários em cargos da classe inicial de delegado, os deputados aprovaram Lei que reverte os referidos cargos, reposicionando-as no cargo de comissário de polícia, classe única.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ De olho na Política