Siga o Portal do Holanda

Esportes

Vasco vira sobre o Ceará, ganha de 2 a 1 e sobe para a Série A

Publicado

em

Redescobrindo a beleza da mulher em meio a pandemia


Foto: Agência O Globo

Depois de um primeiro tempo terrível, em que foi dominado e saiu perdendo por 1 a 0, o Vasco precisou de menos de cinco minutos para virar o jogo na segunda etapa. Thalles marcou duas vezes e incendiou a torcida, que lotou o Maracanã e tinha vaiado o time no intervalo. O placar de 2 a 1 garantiu a volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Mesmo que tivesse empatado ou perdido, o time subiria, porque o Náutico, que precisaria vencer o Oeste, perdeu em casa, em Recife, por 2 a 0.

O primeiro gol de Thalles foi após rebote do goleiro Éverson, aos 2 minutos, em chute de Éder Luís, que acabara de entrar em lugar do volante Diguinho. Logo depois, aos 4, o camisa 9 vascaíno cabeceou para estufar a rede, na pequena área. O Vasco ainda teve chance de aumentar, com Nenê, mas tomou um susto enorme em seguida, quando Wescley, na pequena área, conseguiu perder o gol para o Ceará e acertar o travessão.

Depois dos 25 minutos da etapa final o Vasco começou a dar mostras de cansaço. O Ceará foi para cima e levou perigo, principalmente com bolas levantadas na área. O técnico Jorginho botou Julio dos Santos em lugar de Jorge Henrique e, depois, por razão de contusão, o volante William na vaga do lateral Madson.

No intervalo, com o time sob vaias, Nenê comentou:

- Tem que vaiar mesmo. Estamos perdendo em casa, pô.

O atacante Bill, do Ceará, resumiu:

- A gente veio aqui para estragar a festa.

O Maracanã está lotado, e a torcida vascaína fez uma linda festa antes do jogo. Mas o entusiasmo deu lugar à tensão e à preocupação assim que a bola rolou. Depois do gol do Ceará, aos 27 minutos do primeiro tempo, torcedores passaram a xingar o presidente Eurico Miranda. Houve cânticos também de "Ah, é Edmundo", referência ao ex-jogador que apoiou outro candidato na última eleição no clube.

No primeiro tempo o Vasco se mostrou nervoso e foi inteiramente dominado. O gol do Ceará foi do lateral Eduardo, que acertou um chutaço de longe, no canto direito de Martin Silva. O goleiro uruguaio já tinha feito duas defesas difíceis aos 21 e aos 24, em chutes perigosos. Na segunda delas, Martin Silva chegou a comemorar quando viu a bola sair pela linha de fundo. Em meia hora de jogo o Vasco tinha finalizado apenas uma vez, com Thalles, em chute fraco, para defesa segura do goleiro Éverson.

Antes da partida alguns torcedores vascaínos exibiam adesivos com os dizeres "Quem tem que cair é o Eurico", criticando a atual gestão.

Torcedores combinaram, pelas redes sociais, um protesto após o fim da partida, mesmo que o acesso se confirme. A manifestação deverá contar com uma longa vaia ao soar o apito final e até uma caminhada do Maracanã a São Januário.

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.