Mais de 700 indígenas Yanomami foram afetados pelo coronavírus

Por Portal do Holanda

24/09/2020 5h14 — em Brasil

(Foto: VICTOR MORIYAMA / ISA)

Cerca de 709 indígenas da etnia Yanomami foram infectados pela Covid-19, sendo 7 mortes registradas até esta terça-feira (22), de acordo com o Sistema Globo.

Um estudo do Instituto Socioambiental (Isa) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), aponta que a Terra Yanomami é a mais vulnerável ao coronavírus entre as regiões indígenas da Amazônia. Isso porque é a maior do Brasil, com mais de 9 mil hectares distribuídos entre os estados de Roraima e Amazonas, a região abriga 26.780 indígenas. A doença pode ter chegado nas terras indígenas através do garimpeiros ilegais que ficam infiltrados na região.

Ainda de acordo com o site, o Ministério informou que foram realizados 598 procedimentos de enfermagem – 278 triagens, 209 testes para Covid-19 (todos negativos) e 111 entregas de medicamentos. Além disso, a região Yanomami é atendida por 1.762 profissionais de saúde.