Pesquisa DMP abala otimismo de David

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

19/11/2020 18h50 — em Bastidores da Política

A pesquisa DMP, divulgada nesta quinta-feira, provocou estragos no centro nervoso da campanha de David  Almeida. O impacto  dos números  -  39%  para Amazonino e 41% para David - foi devastador. Silenciou o coro do “já  ganhou" e quebrou o salto alto do candidato do Avante.  Compreensível o banho de água fria provocado pela pesquisa divulgada pela Rede Tiradentes, mas a lição não é nova:  vale tanto para eleições quanto para jogo de futebol. A dinâmica é a mesma, mas a partida só é encerrada aos 45 minutos do segundo tempo.

Amazonino caia, David subia, posições que começam aparentemente a mudar.  Mas como e por que?

Há várias explicações. A primeira delas o fato de o candidato do Avante ter subestimado o senso crítico dos eleitores, que não entenderam sua aliança com Ricardo Nicolau( PSD), que o acusou no primeiro turno de superfaturar cirurgias eletivas quando era governador interino. 

Segundo,  David não desfez, de forma contundente, rumores de que tem o apoio do governador Wilson Lima.

Terceiro, subestimou  o capital politico do adversário,  o que parece ter sido, até  aqui, o seu  maior erro.

O fato é que a pesquisa da Rede Tiradentes acendeu o sinal amarelo na companha do candidato. Descer do salto alto pode ser a melhor atitude.