Secretaria informa que aulas do ensino médio não foram suspensas em Manaus

Por Portal do Holanda

25/08/2020 12h39 — em Amazonas

Foto: Eduardo Cavalcante

Manaus/AM - A Secretaria de Estado de Educação do Amazonas informou, nesta terça-feira (25), que as atividades em todas as 123 escolas do Ensino Médio da rede pública estadual seguem com as atividades presenciais mantidas. O anúncio é para refutar a informação de que professores estão realizando paralisação parcial ou total das atividades por conta de supostas irregularidades quanto ao protocolo de segurança contra a Covid-19 nas escolas. 

A Secretaria ainda fez questão de ressaltar, através do comunicado, que a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), até a última sexta-feira (21), detectou que 162 servidores de 64 unidades de ensino testaram positivo para Covid-19, dos quais 139 com IgM e IgG positivos, o que indica que, embora já tenham anticorpos para a Covid-19, o vírus continua ativo. Ao todo, 534 foram testados. Conforme estabelecido no protocolo de retomada das aulas presenciais, os profissionais que testaram positivo foram afastados para o período de isolamento necessário.

Após a notificação, os profissionais foram imediatamente afastados da sala de aula, no período de sete a 14 dias, de acordo com as orientações dos órgãos de Saúde. As unidades dos servidores testados positivos receberam, ainda, serviços de desinfecção e retornaram com programação normal depois de 24 horas, conforme protocolo de segurança da pasta.

Além do afastamento, os profissionais estão tendo seus quadros de saúde monitorados pela Secretaria de Educação e FVS-AM. “Não existe paralisação das aulas. O que existe, na verdade, é a execução dos protocolos de segurança em saúde: caso o servidor tenha testado positivo, ele é imediatamente afastado do seu ofício e substituído. A secretaria articulou toda uma equipe de profissionais para que nenhuma turma fique desassistida”, afirmou a secretária executiva adjunta da Capital, Arlete Mendonça.

Materiais

A secretária ainda desmentiu a afirmação de professores ao Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Amazonas (Sinteam), de que estariam faltando materiais como álcool em gel, sabão, papel toalha, além das janelas das salas de aula estarem bloqueadas. “Todas as 123 escolas que retornaram no último dia 10 de agosto estão dentro de um padrão exigido pela FVS-AM e contam com todos os itens, sinalizações e adequações necessárias para que as aulas aconteçam de forma segura e responsável”, garantiu Arlete.

As unidades de Ensino Médio obedecem a protocolos bem definidos de distanciamento social, uso obrigatório de máscaras e equipamentos de proteção individual (EPIs), monitoramento da saúde dos alunos, higiene pessoal e dos ambientes escolares e redução de 50% dos estudantes nas aulas presenciais, entre outras medidas que garantem a saúde e segurança da equipe escolar. Fora isso, foram instalados ainda dispositivos de álcool gel/sabão e pias em todas as escolas.


+ Amazonas