Compartilhe este texto

O lixo prejudica a saúde e o turismo


Por Orsine Jr.

08/07/2022 9h57 — em
Turismo, eu acredito!


Foto: Divulgação

Lugar de lixo é no lixo. Esse é um ditado popular que deveria ser levado em consideração por todos, inclusive pelo Poder Público, quando se trata da organização de uma cidade. Ao percorrer o nosso Estado, cujo potencial turístico é inestimável, percebemos o quão precisamos avançar no descarte correto de resíduos sólidos. 

Foto: DivulgaçãoManaus, por exemplo, deixa, e muito, a desejar quando falamos sobre essa situação. Na nossa capital, que atrai turistas do mundo inteiro, o lixo já é quase parte dos nossos pontos turísticos. O número de lixeiras nas ruas é insuficiente, as vias nas quais estão os principais pontos turísticos estão com a limpeza em “atraso” (a região da Manaus Moderna, onde está localizado o Mercado Municipal Adopho Lisboa, é a “prova viva) e há lixo empilhado em muitas das nossas ruas. A sujeira nos nossos igarapés já foi até assunto internacional. 

Foto: DivulgaçãoNo interior, a situação não é muito diferente e o lixo está logo na porta de entrada de muitos dos nossos municípios. Cidades como Presidente Figueiredo, Manaquiri, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Careiro Castanho, entre tantas outras precisam, urgente, de uma política pública eficaz do descarte correto de resíduos.   A verdade é que precisamos organizar nosso Amazonas. 

O poder público precisa de um “plano de limpeza” mais intenso, realizar campanhas de conscientização para a população de descarte correto de resíduos, firmar mais parcerias com cooperativas de reciclagem e nós, como cidadãos, precisamos fazer a nossa parte e nos policiar sobre o destino correto do lixo que produzimos. Quando o assunto é limpeza, temos de melhorar a imagem das nossas cidades, pois esse é um quesito levado em conta na hora de um turista escolher um lugar para viajar. 
 
Por um Estado mais limpo e organizado, Turismo Eu Acredito!


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!