Compartilhe este texto

O Amazonas precisa de hotéis cinco estrelas


Por Orsine Jr.

11/06/2022 8h26 — em
Turismo, eu acredito!


Foto: Reprodução

De que adianta o Amazonas atrair o maior número de turistas nacionais e internacionais, se não temos capacidade para acomodá-los? Esse é um questionamento sempre presente, já que a rede hoteleira amazonense carece de bons hotéis e de serviços de qualidade. Se pararmos para pensar, o Estado não dispõe, sequer, um hotel cinco estrelas. 

Manaus até conta com hotéis de referência e qualidade, como o Juma Ópera, localizado ao lado do Teatro do Amazonas, e o recém-inaugurado Ramada By Wyndhman, um hotel contemporâneo a poucos minutos do Distrito Industrial de Manaus. Porém, ambos ainda não estão enquadrados na lista de hospedarias autenticadas como cinco estrelas. 

O único hotel na categoria cinco estrelas que temos é o Tropical Hotel que, após ser arrematado pelo Grupo Fametro, em 2020, por R$ 91 milhões, deve reabrir as portas no final deste ano. A expectativa é grande, já que o empreendimento conta com 600 acomodações, restaurante, piscina, espaços para lojas e boate, acesso exclusivo à Praia da Ponta Negra e até um zoológico.  

Mesmo com a reabertura do Tropical Hotel, a rede hoteleira amazonense precisa se reinventar, mas, para isso, é fundamental ser atrativa para investimentos. Pelo potencial turístico que temos, o Estado precisa de mais empreendimentos de categoria cinco estrelas e isso se dá por meio de prospecção de negócios, uma política pública voltada ao turismo (incentivos fiscais e investimento em capacitação profissional, por exemplo) e fomento à rede hoteleira.   

Pelo investimento na rede hoteleira, Turismo Eu Acredito!


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!