Compartilhe este texto

Amazônia precisa de segurança e não de pânico


Por Orsine Jr.

02/07/2022 8h32 — em
Turismo, eu acredito!


Foto: Neil Palmer/Ciat

Foi com perplexidade que vi o vídeo da cantora Anitta, no qual ela falava sobre a insegurança na Amazônia e o risco de morte para os que visitam a região. Na minha opinião, o posicionamento foi radical e sensacionalista. 

Falo isso porque vivo e percorro a região com frequência, mas quando se trata de turismo, asseguro que os turistas não são alvos frequentes de criminosos. Claro que precisamos de segurança, mas uma declaração como essa da Anitta, que é uma pessoa pública e formadora de opinião, prejudica a nossa imagem e assusta quem deseja conhecer as nossas belezas naturais. 

Quando ela generaliza, a população é afetada e compromete toda uma região de potencial turístico inestimável. Há insegurança no local? Há! E os assassinatos do indigenista Bruno Pereira, do jornalista Dom Philips, e dos defensores da região Amazônica, Dorothy Stang e Chico Mendes estão aí para provar. 

Destaco que a segurança é responsabilidade dos governos Federal e Estadual e se combate com o aparelhamento das Polícias, do IBAMA, da Funai e de todos os órgãos voltados à garantia da integridade da população e preservação da Amazônia, além de políticas públicas e territoriais. Com isso, certamente, evitaremos comentários de quem desconhece a nossa realidade e necessidades. 

Sou totalmente a favor de mais segurança, mas não do pânico que tentam instaurar na Amazônia, pois Turismo Eu Acredito!

Foto: MTur/ David Rego Jr

 


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!