Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Enquanto professores reclamam de salário, veja as prioridades do governo Wilson Lima

Publicado

em

Foto: Divulgação

 Manaus/AM - Reivindicando um aumento salarial que foi negado pelo governador, profissionais da Educação no Amazonas entram em greve nesta segunda-feira (15).  Enquanto isso, Wilson Lima anuncia o repasse de R$ 5,1 milhões aos boi bumbás Caprichoso e Garantido.

A atitude é simbólica e mostra quais são as prioridades do governador. A reunião desmarcada de última hora com os professores aconteceria na quinta-feira (11), com o vice Carlos Almeida. E no dia seguinte, Wilson anunciou o repasse para o Festival Folclórico de Parintins.

Educadores que agora se veem obrigados a paralisar as atividades por conta da negativa do aumento salarial em 15%. acusam o governador de desrespeitar a categoria e mentir durante a campanha eleitoral.

 

 

"No nosso governo, professor não vai ter que fazer greve para receber o que lhe é de direito", prometeu o então candidato durante as eleições de 2018.

Enquanto isso, há uma pequena parcela dos profissionais da que não apoia a greve. São os marajás da Seduc, que têm uma média salarial de R$ 12 mil. No entanto, a realidade da maioria que entra na paralisação para ter mais dignidade, é de menos de R$ 2 mil.

 

A prisão da Digital Influencer e o 'julgamento' do delegado

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1MinutoNerd: VINGADORES:Ultimato

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.