Recuperação de 200 vias de Manaus está prevista no Requalifica 7

Por Portal do Holanda

16/10/2020 8h14 — em Manaus

Prefeito Arthur Neto fez lançamento do Requalifica 7 - Foto: Alex Pazuello/Semcom

Manaus/AM - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, deu início na quinta-feira, 15/10, à sétima etapa do Programa de Requalificação Viária e Urbana de Manaus (Requalifica), com previsão de recuperar mais de 200 vias nas zonas Oeste, Sul, Norte e Leste, até o final do ano. O lançamento foi feito na avenida Comendador José Cruz, principal via de acesso ao bairro Lago Azul, zona Norte, onde também está em construção o Terminal de Integração 6 (T6). As obras se complementam para garantir mais mobilidade urbana à capital amazonense.

“Esta é a última etapa do Requalifica na minha gestão e vem para completar um trabalho único realizado na cidade. E eu tenho muito orgulho em dizer que Manaus deu um grande salto de qualidade nos nossos oito anos de gestão”, afirmou o prefeito, que esteve no lançamento.

“Serão mais de 200 vias, em um total de 115 quilômetros lineares, beneficiando 35 comunidades ou bairros. Nós temos de aproveitar todos os momentos de sol para dar conta do recado, incluindo o recapeamento noturno nos locais que possam causar muito impacto ao trânsito”, complementou. Na oportunidade, o prefeito assinou os contratos e ordens de serviço com as três empresas vencedoras da licitação, cada uma responsável por um lote. Os investimentos são da ordem de R$ 57 milhões.

Com a sétima etapa do Requalifica, a Prefeitura de Manaus completa o maior programa de recuperação viária já realizada no município. Iniciado em 2019, o programa já respondeu pelo recapeamento asfáltico de centenas de corredores viários e de interligação entre os bairros, as chamadas rotas de fuga, facilitando o fluxo de veículos e o transporte mais rápido de passageiros em toda a cidade.

Requalifica

A sétima etapa do programa de recapeamento asfáltico, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, vai beneficiar mais de 200 vias, com aproximadamente 115 quilômetros de recapeamento asfáltico, beneficiando diretamente 35 comunidades ou bairros. A etapa será dividida em três lotes, realizados pelas empresas Soma Ltda., Mabole Comércio e Construção Ltda. e Pomar Comércio de Derivados de Petróleo e Construção Eirele, ganhadoras do certame.