Prefeitura reinicia vacinação nos postos tradicionais a partir de terça

Por Portal do Holanda

14/06/2021 20h06 — em Manaus

Foto: Caio Guarlotte / Portal do Holanda

Manaus/AM -  Após vacinar mais de 140 mil pessoas durante o mutirão da campanha de vacinação contra a Covid-19, realizada com o apoio do governo do Amazonas, no último fim de semana, a Prefeitura de Manaus retoma o atendimento ao público, nesta terça-feira (15), quando os pontos tradicionais voltam a receber as pessoas de 40 anos ou mais ainda não vacinadas, além dos remanescentes de grupos prioritários anteriores e também os que estão aptos para a segunda dose.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) também amplia a vacinação para pais de pessoas com deficiência permanente (PcDs) menores de 18 anos. Estavam sendo contemplados os pais acima de 40 anos e a partir de agora podem ser vacinados os de qualquer idade acima de 18 anos. 

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, destaca que, dos grandes postos em atividade durante o ‘mutirão’ do fim de semana, apenas a Arena da Amazônia e o Centro de Convenções Vasco Vasques não seguem na campanha, neste momento. Ela explica que estes foram montados apenas para essa ação, assim como as salas de vacina das 43 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que seguem abertas, mas somente para a vacinação de rotina e para a campanha de imunização contra a Influenza, que está em curso atendendo 17 grupos prioritários.

Pontos

Os sete pontos tradicionais de vacinação da Semsa funcionam normalmente, a partir desta terça-feira, 15, das 9h às 16h, sendo que pais de PcDs, gestantes e puérperas serão atendidos apenas no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona Norte, no balneário do Sesc/AM, no conjunto Campos Elíseos, bairro Planalto, zona Oeste; e no Clube do Trabalhador do Sesi/AM, no São José, zona Leste. Os remanescentes dos demais públicos, que incluem as pessoas de 40 anos e mais, pessoas com comorbidades, trabalhadores de educação, do transporte coletivo, caminhoneiros e outros, pertencentes a grupos prioritários abertos anteriormente, além dos que irão tomar a segunda dose de AstraZeneca, podem se dirigir a qualquer um dos pontos de vacinação.

Pessoas vacinadas com a CoronaVac, aptas para receber a segunda dose, devem se dirigir apenas à Escola de Enfermagem, em Adrianópolis, zona Centro-Sul. Lá, serão atendidos os que já tinham sido agendados pelo Imuniza Manaus e os que tomaram a primeira dose há 28 dias, independentemente do agendamento.

O usuário deve consultar os documentos exigidos para a vacinação de cada grupo no site ou nas redes sociais da Semsa, sendo que para todos é obrigatória a apresentação de documento de identificação original, com foto e CPF. Para os que vão se vacinar por faixa etária (40 anos ou mais) é necessário apresentar comprovante de residência (original e cópia) que ateste moradia em Manaus. Quem vai receber a primeira dose deve apresentar documento de identidade e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose.

O cadastramento na plataforma Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/) é recomendado pela Semsa para facilitar o atendimento e reduzir o tempo de espera nos postos de vacinação. No entanto, as pessoas que não puderam fazer o registro também serão atendidas. Para esta repescagem não é necessário o agendamento e o usuário pode procurar o posto mais próximo, no horário da sua disponibilidade.

Locais de vacinação

Zona Norte

Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, rua Gandu, 119, Cidade Nova

Estacionamento do supermercado Coema, avenida Torquato Tapajós, 5.890, Novo Israel

Zonas Sul e Centro-Sul

Centro Cultural dos Povos da Amazônia, avenida Silves, 2.222, Crespo

Universidade Paulista (Unip), avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro

Zona Leste

Clube do Trabalhador do Sesi/AM, avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1

Zona Oeste 

Balneário do Sesc/AM, avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos, Planalto

Centro de Convenções de Manaus (sambódromo), avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus