Manaus reclassifica 345 óbitos ocorridos no pico da pandemia para covid-19

Por Portal do Holanda

01/10/2020 16h23 — em Manaus

Cemitério de Manaus - Foto: Semcom

Manaus/AM - A Prefeitura de Manaus concluiu a última etapa da investigação de 654 óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) Não Especificada, ocorridos em Manaus nos meses de abril e maio. Do total de casos, 345 foram reclassificados para Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Iniciado em 19 de julho, o trabalho teve seu resultado divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs/Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na última quarta-feira (30/09).

Segundo a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), enfermeira Marinélia Ferreira, a investigação foi realizada com o objetivo de identificar óbitos que teriam ocorrido pela infecção por Covid-19. “Nos meses de abril e maio, houve o pico da pandemia em Manaus e em alguns casos não foi possível confirmar ou descartar a Covid-19 como causa do óbito. Mas, no mês de julho, o Ministério da Saúde estabeleceu novos critérios para definição de óbito pela doença, por isso foi possível realizar a reclassificação dos casos de SRAG Não Especificada", explicou Marinélia Ferreira. “É importante lembrar que esses casos são de abril e maio, mas estavam sendo inseridos no sistema oficial de notificação desde julho, não representando o atual cenário epidemiológico da pandemia em Manaus", completou.