Maior evento digital da região norte acontece em Manaus na próxima semana

Por Portal do Holanda

02/12/2021 14h55 — em Manaus

Foto: Divulgação

Manaus/Am - Considerado o maior evento de empreendedorismo e tecnologia da Região Norte, a 3ª edição da Feira do Polo Digital de Manaus reunirá mais de 30 startups, financiadores “anjos” de diversas partes do mundo, debates com mais de 40 palestrantes renomados, rodas de conversas, espaços para geração de negócios e muito mais. Será realizada na próxima semana, do dia 9 a 11 de dezembro, das 14h às 22h, com entrada gratuita, no Centro de Convenções Vasco Vasques, no bairro Flores. Para participar, é necessário garantir a inscrição no site: feiradopolodigitaldemanaus.com.br.

A feira é uma realização do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico (Codese), com o patrocínio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), Banco da Amazônia, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipeq).

Segundo o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico (Codese), Euler Guimarães, o propósito do evento é conectar as empresas e pessoas que atuam na área de tecnologia, fortalecendo as conexões entre elas.

“As empresas têm interesse em fazer negócios em Manaus, mas as vezes é difícil e com a Feira do Polo Digital será uma oportunidade de entender melhor e fazer os principais contatos. O objetivo, de uma forma geral, é conectar todo mundo e fazer com que o polo se desenvolva e cresça de uma forma coletiva”, explicou Euler.

A programação da feira será distribuída em seis palcos com palestrantes nacionais e internacionais, sendo o principal para discutir e promover a socialização de conhecimento do Polo Digital, o palco de empreendedorismo abordando o assunto e envolvimento com o mundo digital, o de inovação com estratégias para a região, o palco Govtech incluindo instituições governamentais, o de startup’s com oportunidades para apresentar trajetórias e o palco social discutindo sobre como tornar Manaus mais conectada e desenvolvida.

Além dos palcos, o evento traz exposição de iniciativas digitais inéditas, estandes dos Institutos Públicos e Privados de TICs (Tecnologias, Informação e Comunicação), Empresas de TI (Tecnologia e Informação), startups, universidades, incubadoras, aceleradoras, instituições sociais, agências e associações de apoio ao ecossistema de inovação digital de Manaus.

“Por conta da pandemia de Covid-19, em 2020 não foi possível realizar o evento, mas nesta edição teremos a capacidade para mais de 50 estandes, seguindo todos os protocolos de prevenção e com a exigência da carteira de vacinação com a segunda ou dose únicas, além do uso obrigatório de máscara”, informou o presidente do Codese.

O secretário da Semtepi, Radyr Júnior, informou que a pasta vem trabalhando no desenvolvimento econômico e com investimentos públicos na área digital. “Nós precisamos avançar o Manaus Inteligente. Além disso,  existe também a intenção de investirmos mais em capacitação e qualificação profissional voltadas à área tecnológica. Atualmente, a secretaria tem uma política pública voltada para atender e distribuir renda. O Casarão da Inovação Cassina é um ponto de partida para a instalação do Distrito de Inovação. Aqui, nós já temos um local regulamentado  que tem incentivos fiscais e extrafiscais para startups e para atividades de apoio”, declarou.

De acordo com ele, a Feira do Polo Digital é uma oportunidade para o mercado acompanhar os avanços que vêm ocorrendo na cidade. “Se os serviços forem digitais, sobra mais recursos para investir em infraestrutura", salientou Radyr Júnior.

A Feira do Polo Digital de Manaus também tem apoio do Manauara Shopping, Instituto Conecthus, Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Samel, Instituto Tecnológico Educacional da Amazônia (Iteam), Grupo Ronin e Instituto Creathus.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus