Atriz Mabel Calzolari contraiu doença rara após parto cesariana; veja o relato

Por Portal do Holanda

23/06/2021 19h35 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução/Instagram

A atriz Mabel Calzolari, que morreu aos 21 anos devido à rara condição de aracnoidite torácica, vivia uma vida normal até 2019, quando precisou passar por uma cesariana no parto do filho Nicolas. 

Em abril de 2021, Mabel conversou com a revista Crescer sobre o assunto, revelando que os primeiros sintomas vieram logo após a cirurgia.  A rara condição desenvolvida pela atriz, nesse caso específico, pode ter relação com a anestesia recebida no momento do parto. 

Em janeiro de 2020, Mabel contou à revista Quem que os médicos trataram seu caso como aracnoidite pós-raqui [anestesia raquidiana], e o mesmo foi enviado aos Estados Unidos para investigação. “Os neurocirurgiões foram muito sinceros comigo. Meu caso foi mandado para fora, para os EUA, sou o segundo caso de aracnoidite pós-raqui no Brasil. E eles me disseram que eu teria que fazer uma cirurgia. A preocupação era que eu pudesse ficar paraplégica ou tetraplégica porque a medula é muito sensível”, disse.

Confira o relato completo de Mabel à revista Crescer em abril de 2021: 

"Comecei a notar os sintomas da aracnoidite depois do meu parto, em 2019. Eu queria tentar o parto normal, mas acabei não dilatando, então, passei por uma cesárea. No dia seguinte, já tive cefaleia [dor de cabeça] pós-raqui. [após a anestesia raquidiana]. Os médicos disseram que ia passar, mas tudo foi piorando aos poucos. Senti uma forte dor nas costas, bem aguda, que não passava com nenhum remédio. Comecei a cair muito, não tinha equilíbrio. Suspeitaram de que eu estivesse com embolia pulmonar, mas fiz a tomografia e não era.

Na época, estava com muita dor. Pedi para ser internada, mas meu bebê tinha apenas 2 meses, então, era bem difícil, não tinha como ter acompanhante para ficar comigo. Apenas quando Nicolas completou 6 meses, que eu descobri, por meio de ressonância magnética, que estava com aracnoidite. Eu já estava muito mal, não andava direito e tive incontinência urinária. Como a dor nas costas aliviava um pouco quando deitava, eu passava mais tempo deitada e não notava o que estava acontecendo.

Eu nunca tinha notado nenhum sintoma antes, minha gestação foi normal. Mas desde que meu filho nasceu, já passei por nove cirurgias. Cheguei a fazer duas, numa mesma semana. Agora, estou tomando antibióticos fortíssimos, pois estou com uma bactéria. Estamos fazendo tudo que é possível e impossível para conter a inflamação. Eu ainda tenho o movimento das pernas, mas cada paciente leva essa condição de uma forma diferente. Não tem como saber como eu vou ficar, pode ser que eu fique sem andar. Hoje, ando com muita dificuldade, com o andador, por isso, preciso de muita fisioterapia.

É bem complicado ficar longe do meu filho. É algo que dói muito! O Nicolas está nessa fase de desenvolvimento, ele é muito ativo quer se comunicar e eu não estou por perto. Algumas vezes não sinto que sou mãe, mas é algo pelo qual tenho que passar. São quase dois anos de internações, idas e vindas do hospital. Desta vez, fiquei hospitalizada dois meses, direto, mas só queria ir embora para poder agarrar meu filhote e ver seu desenvolvimento. Nos víamos por videochamada, mas, sem dúvida, se estou aqui, é por ele.

Durante esse tempo, eu também desenvolvi síndrome do pânico e ansiedade. Como mensagem, eu queria dizer às pessoas que procurem ajuda o quanto antes, porque quando comecei a ter os sintomas, demorei para investigar direito. Fui negligente comigo! Peço para que as pessoas procurem atendimento médico e façam ressonância magnética, exame que consegue detectar qualquer problema na região medular. Também procure ajuda para a sua saúde mental. Não podemos ser negligentes!", finalizou a atriz na época.

O que é aracnoidite torácica?

Segundo o Viva Bem do Uol, aracnoidite é uma inflamação de uma membrana muito fina, que envolve todo o sistema nervoso central, chamada de aracnoide. Sua função é isolar o sistema nervoso do sangue e de outras partes do corpo, e preservá-lo. A doença pode ser localizada na coluna torácica, na coluna cervical (pescoço), na coluna lombar e no crânio, e em volta do cérebro.

Ela surge quando algum elemento estranho, como um vírus ou bácteria, ou substância tóxica adentra essa membrana. Segundo o médico neurocirurgião da disciplina de neurocirurgia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e médico neurocirurgião do Hospital Albert Einstein, Marcelo Valadares, informou ao UOL, trata-se de uma reação anormal do organismo contra o elemento estranho que não deveria estar ali naquela membrana.

Entre os principais sintomas estão dor no local da inflamação, e irradiação da dor por outras partes devido ao processo inflamatório que atinge os nervos. No caso de aracnoidite torácica, o paciente pode ficar paraplégico e na cervical, é possível ficar tetraplégico. 

Segundo o médico, a doença pode ser principalmente controlada, e em alguns casos curada, mas é raro que alguém morra devido à condição. 

Mabel teve morte cerebral após sofrer paradas respiratórias e cardíaca. Ela chegou a passar por 10 cirurgias e ainda enfrentou uma meningite. 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV