Cruzeiro toma virada do CSA com gol "fala, Zezé", e perde a 1ª com Luxa

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

26/09/2021 18h02 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O sonho do Cruzeiro de retornar à Série A na próxima temporada, que já era difícil, ficou ainda mais complicado após a tarde de hoje (26). É que a Raposa perdeu por 2 a 1 de virada para o CSA, no estádio Independência, na 26ª rodada da Segunda Divisão, e se mantém afastado da parte de cima da classificação. Os gols do jogo foram marcados por Claudinho, a favor dos mineiros, com a dupla Yuri e Iury Castilho garantindo a vitória para os alagoanos.

A derrota marca o primeiro tropeço de Luxemburgo no comando do Cruzeiro e derruba uma invencibilidade de 12 jogos do time de Belo Horizonte, que havia perdido pela última vez na 13ª rodada, no fim de julho.

Com o resultado, o Cruzeiro se mantém na 13ª colocação com 31 pontos, 13 de distância para o G4. O CSA é o sétimo com 38 e se aproxima da zona de classificação à Primeira Divisão.

Agora o Cruzeiro enfrentará o Guarani, na próxima quarta-feira (29), às 19h (de Brasília), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Já o CSA recebe o arquirrival do Bugre, a Ponte Preta, no Rei Pelé, no mesmo dia, mas às 21h30 (de Brasília).

O JOGO

O Cruzeiro teve maior volume, segurou mais a bola, porém faltava capricho na finalização. A primeira chance da Raposa na etapa número um saiu dos pés de Felipe Augusto, que recebeu passe de Thiago aos 21 minutos, e, dentro da área, bateu forte para defesa — de canela — do goleiro Thiago Rodrigues. Na segunda o time balançou a rede com Claudinho, que aproveitou cruzamento na medida de Matheus Pereira.

O CSA, mesmo tendo menor volume, cresceu de produção no fim da primeira etapa, e também assustou o goleiro Fábio uma vez. Bruno Mota chutou rasteiro, e o camisa 1 da Raposa defendeu com os pés. Mas não conseguiu igualar o placar antes do intervalo.

VIRADA E 'FALA, ZEZÉ'

No segundo tempo, o CSA começou melhor, tanto que nos minutos iniciais já empatou o jogo. Iuri deixou tudo igual no marcador, aproveitando bom lançamento de Gabriel. O time alagoano ainda virou o placar aos 18 minutos, quando Iury Castilho aproveitou cruzamento nas costas do lateral direito Raúl Cáceres. Na comemoração, o jogador do Azulão fez gesto com as mãos imitando um telefone e dizendo "Fala, Zezé", lembrando o episódio que ficou famoso com um áudio do meia Thiago Neves, em 2019, em conversa com o então dirigente celeste Zezé Perrella.

GOLEIRO MASCARADO

O camisa 1 do CSA, Thiago Rodrigues, chamou a atenção por usar um adereço no rosto. O goleiro da equipe alagoana usou uma máscara para proteger sua face. No começo do ano, em março, ele sofreu uma fratura na região do rosto, após pancada forte sofrida em uma partida da Copa do Nordeste —contra o Ceará.

MOZART MUITO CRITICADO

Agora no comando do CSA, Mozart Santos, ex-treinador do Cruzeiro, ouviu poucas e boas dos torcedores que estiveram presentes ao estádio Independência. Ele foi xingado e não ganhou refresco dos cruzeirenses. Antes de pedir demissão, Mozart ficou nove jogos sem vencer pela Raposa.

TABU CONTRA ALAGOANOS

O Cruzeiro mantém um tabu negativo contra equipes de Alagoas. Em 12 jogos foram seis derrotas e seis empates desde 2019, contando CSA e CRB.

CAIU A INVENCIBILIDADE DA RAPOS

O Cruzeiro encerrou uma invencibilidade de 12 jogos nesta Série B com a derrota para o CSA. Foi também a primeira derrota de Luxemburgo no comando da Raposa, que agora soma oito empates, cinco vitórias e uma derrota nos últimos 13 jogos.

A Raposa, antes da derrota para o Azulão alagoano, venceu Brusque (2 a 1), Náutico (1 a 0), Confiança (1 a 0), Ponte Preta (1 a 0), e empatou com Vila Nova (0 a 0), Londrina (2 a 2), Vitória (2 a 2), Sampaio Corrêa (1 a 1), CRB (0 a 0), Goiás (1 a 1), Operário-PR (1 a 1) e Vasco (1 a 1). A última derrota da Raposa havia acontecido para o Remo (por 1 a 0), na 13ª rodada do Brasileirão, no dia 20 de julho.

CRONOLOGIA DO JOGO

Aos 41 minutos do primeiro tempo, Matheus Pereira cruzou da esquerda e encontrou Claudinho no meio da área. O meio-campista se jogou na bola para balançar as redes de Thiago Rodrigues. O lance ajustado, analisado pelo VAR, foi confirmado e o Cruzeiro abriu o placar: 1 a 0.

Aos 4 minutos do segundo tempo, a defesa do Cruzeiro vacilou após lançamento de Gabriel para Iuri. O meio-campista do CSA dominou, ajeitou a bola e fez um belo gol: 1 a 1.

Aos 19 minutos, Iury Castilho virou para o CSA, após cruzamento nas costas de Cáceres: 2 a 1.

Aos 40 minutos do segundo tempo, o atacante Rafael Sobis reclamou da arbitragem após cometer uma falta e, após levar o cartão amarelo, foi expulso por se exaltar contra o árbitro.

CRUZEIRO

Fábio; Cáceres, Léo Santos, Ramon e Matheus Pereira; Lucas Ventura (Ariel Cabral), Adriano (Giovanni), Rômulo (Marco Antônio) e Claudinho; Felipe Augusto (Vitor Leque) e Thiago (Rafael Sobis). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CSA

Thiago Rodrigues; Cristovam, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn (Everton Silva); Yuri (Silas), Geovane e Gabriel (Renato Cajá); Marco Túlio (Reinaldo), Iury Castilho (Giva Santos) e Bruno Mota. Técnico: Mozart

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA/SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)

VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

Gol: Claudinho (41' 1ºT); Yuri (4' 2ºT)

Cartão amarelo: Thiago, Ariel Cabral, Matheus Pereira, Rafael Sobis, Cáceres (CRU); Thiago Rodrigues, Cristovam (CSA)

Cartão vermelho: Rafael Sobis (CRU)


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes