Siga o Portal do Holanda

Brasil

Polícia Federal pede mais prazo para investigar facada em Bolsonaro

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Polícia Federal (PF) pediu nova prorrogação para concluir o segundo inquérito que investiga o atentando sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), durante a campanha eleitoral de 2018, em Juiz de Fora, na Zona da Mata. De acordo com o delegado Rodrigo Morais Fernandes, o pedido é para que a apuração se estenda por mais 90 dias.

Segundo um site de notícias do Globo, o documento foi encaminhado nesta quarta-feira (24) para o Ministério Público Federal, em Juiz de Fora, para que o órgão se manifeste sobre a solicitação. Esta é a terceira vez em que a Polícia Federal pede extensão do prazo.

Este segundo inquérito apura se houve “participação de terceiros ou grupos criminosos por trás da ação” de Adélio Bispo de Oliveira, agressor confesso de Bolsonaro. Ele foi preso em flagrante logo após o atentado e confessou a autoria do crime.

No primeiro inquérito, a PF concluiu que o agressor agiu sozinho no momento do ataque e que a motivação “foi indubitavelmente política”.

Bolsonaro foi ferido no abdômen no dia 6 de setembro, durante ato de campanha, em Juiz de Fora. Ele passou por duas cirurgias e ficou 23 dias internado no hospital Albert Einstein em São Paulo. Em alguns dias, ele deve passar por nova cirurgia para religar o intestino e retirar a bolsa de colostomia.

 

A turma da direita vai prá rua, mas seu principal líder arregou

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.