'Melhor perder a vida do que a liberdade', diz Queiroga sobre passaporte de vacina contra Covid-19

Por Portal do Holanda

08/12/2021 0h01 — em Brasil

Foto: Fabio Pozzebom/Agência brasil

O ministro da saúde Marcelo Queiroga afirmou, nesta terça-feira (07), que "às vezes é melhor perder a vida do que perder a liberdade" ao ignorar a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que seja exigida o passaporte de vacina com as duas doses ou dose única contra a Covid-19 para viajantes no Brasil.

Queiroga parafraseou uma declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre a recomendação da Anvisa em meio ao aumento de casos confirmados da nova variante Ômicron no Brasil.

Ainda de acordo com o ministro "não se pode discriminar as pessoas entre vacinadas e não vacinadas para a partir daí impor restrições". O ministério anunciou que exigirá quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados e a realização de testes PCR para tentar conter o avanço do coronavírus no país, no entanto, não explicou como vai funcionar as novas medidas do governo.

O Brasil atingiu hoje a marca de 616.067 óbitos e 22.156.307 casos de coronavírus desde o início da pandemia.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil