Bastidores da Política -  Wilson Lima descumpre decreto que ele mesmo assinou. Cadê a Polícia?


Wilson Lima descumpre decreto que ele mesmo assinou. Cadê a Polícia?

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

23/04/2021 20h12 — em Bastidores da Política

  • Depois de permitir a lotação do Centro de Convenções Vasco Vasquez, na maior aglomeração depois da segunda onda da Covid 19 em Manaus, que autoridade tem o governador Wilson Lima, a partir de agora, para proibir shows de artistas, festas, shoppings lotados, grandes eventos ? Nenhuma. Se vale aglomeração para homenagear Bolsonaro, vale para Shows de artistas. As imagens depõem contra o governador e seu decreto.

Na breve passagem por Manaus nesta sexta-feira, o presidente Bolsonaro recebeu o título de cidadão do Amazonas, abraçou aliados e foi embora satisfeito com a parceria que mantém com o governador Wilson Lima.

No salão suntuoso do Centro de Convenções Vasco Vasquez, nenhum cuidado com aglomerações. Pelo contrário, o governador autorizou a entrada de  centenas de admiradores do presidente,  que antes se concentravam fora do salão. Era necessário uma claque que aplaudisse e gritasse ”mito”.

Quem viu o auditório lotado não entendeu porque o próprio governador desrespeitava um decreto, assinado por ele, que proíbe aglomerações e recomenda que a lotação em shoppings e supermercados, por exemplo, não passe de 50%. Mas essa regra, necessária para conter o avanço da Covid 19 não vale para a homenagem ao presidente Bolsonaro, um negacionista, acusado de estimular a propagação do vírus no Brasil, de não respeitar os protocolos de prevenção .

Se o presidente não gosta, "quem sou eu", deve ter se perguntado o governador, "para contrariar a maior autoridade deste país, o cara que me blinda lá fora e que me chama de amigo”.

Foi assim que o governador do Amazonas deixou a boiada passar.

Que autoridade Wilson Lima terá agora para proibir shows de artistas, festas, shoppings lotados, grandes eventos ? Nenhuma. As imagens depõem contra o governador e seu decreto. Se era para bagunçar, a bagunça começou pela liberação geral na homenagem ao presidente.  E o autor do descumprimento de uma regra geral é o governador. Cadê a Polícia Militar?  Ah, desculpe! A PM tem como seu comandante em chefe o governador…

RESPONDE GOVERNADOR

Agora, esse governador do Amazonas é muito bobinho, ou fiel demais a um presidente esperto, mas sem escrúpulos. Depois do pouco caso que o governo federal teve com o Estado no combate a Covid 19, Wilson agradeceu o presidente e escancarou elogios ao ex-ministro Pazuello "pela atuação na pandemia no Amazonas”.  Mas a favor de quem? Da pandemia ou do povo do Amazonas? Responde governador ! OU  os 35 mortos por asfixia nos hospitais de Manaus por falta de oxigênio poderão levantar do túmulo e assombrar suas noites....

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.