Bastidores da Política - O Dia que Josué derrotou Carlos Almeida


O Dia que Josué derrotou Carlos Almeida

Por Raimundo Holanda

01/04/2020 19h58 — em Bastidores da Política

O vice-governador Carlos Almeida revelou-se um exímio jogador de xadrez. Trouxe para o seu controle a maioria dos pequenos partidos. Usou de amizades e da fama que fez como defensor público para avançar sobre  peões, cavalos e bispos no tabuleiro político. Só errou ao menosprezar o adversário em uma partida decisiva: o controle do PRTB.

Carlos não podia perder. Mas perdeu em um lance no qual o Rei foi dominado e o xeque-mate obtido é resultado de concentração e capacidade de assumir riscos do adversário, o deputado Josué Neto.  Carlos subestimou Josué e mexeu a pedra errada.

O jogo está perdido. Essa é  uma partida sem revanche. O troféu que praticamente estava em suas mãos foi retirado e é irrecuperável.

O resultado é que Josué  sai da disputa fortalecido e alçado ao comando do Partido sob as bênçãos de Bolsonaro.

Ao assumir  o comando do PRTB no Amazonas, impôs  uma humilhante  derrota ao vice governador, seu desafeto, e torna-se, como consequência, potencial candidato ao governo municipal. Isso incomoda muita gente. Mas  incomoda muito mais o vice-governador Carlos Almeida…