Bastidores da Política - Exigência do teste de HIV para ingresso na PM do Amazonas não discrimina e é necessária


Exigência do teste de HIV para ingresso na PM do Amazonas não discrimina e é necessária

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

08/12/2021 19h03 — em Bastidores da Política

A polêmica em torno da exigência de teste de HIV para candidatos aprovados em concurso da Polícia Militar do Amazonas  é reveladora do grau de  distorção  do discurso social vigente. A exigência não é apenas necessária. É fundamental. A força policial tem, necessariamente, que somar saúde e vigor.

Se a medida é excludente - e é  a regra para a eliminação do candidato ainda que aprovado em teste de conhecimentos e aptidão - ela remete para uma outra discussão, esta sim, importante: a necessidade do acesso de todos ao serviço de saúde, especialmente de pessoas portadoras de HIV.

O que deveria preocupar (e ser motivo de um amplo debate), é a  ausência de campanhas, a falta de esclarecimento da população sobre a necessidade do uso de preservativos nas relações sexuais.

O que se deveria cobrar são os testes em massa, considerando que o Estado do Amazonas está entre as Unidades da Federação com maior incidência da doença. Mas tudo isso é atropelado por uma  hipocrisia geral, fantasiada de um discurso social cego, vazio e perigoso.

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Tem formação superior em Gestão Pública. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.