Coronavirus já entrou dentro de casa

Por Raimundo Holanda

01/05/2020 20h41 — em Bastidores da Política

De alguma forma a Covid-19 bateu à nossa porta. Se não levou nossos avós,  irmão, pai, mãe, filho, esposa, atingiu o nosso melhor amigo. Ou chegou à nossa casa em forma de cobrança do aluguel atrasado, da promissória que o banco diz estar vencida, do cartão de crédito bloqueado. Se o telefone toca e é do Departamento de Pessoal da empresa, um frio na espinha: a-a- lô… O pedido de comparecimento ao DP já é um sinal de que, se as coisas estão ruins, podem piorar mais ainda.

Sem emprego, com risco de perder a casa, adoecer, o desespero também afeta as relações com nossos filhos. E são muitas, milhares de famílias nessa situação.

A MILÍCIA DIGITAL DE SJSC

Há ainda os que ganham e lutam para manter o status quo, ou não fariam parte da milícia digital que ataca a honra alheia em defesa de privilégios ameaçados.

Não bastasse esse clima ruim, o veneno que corre nas redes sociais também mata, produz caos,  enterra biografias.

São tempos ruins estes - mas bons para fornecedores privilegiados da saúde, que o diga o mega-fornecedor SJSC e seus robôs,  que nesta sexta-feira competiram com o coronavirus, espalhando veneno  pelas redes sociais.