Compartilhe este texto

Casamento de Kourtney Kardashian se torna propaganda de grife milionária

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/05/2022 22h36 — em
Arte e Cultura



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O luxuoso casamento da socialite Kourtney Kardashian , 43, e do músico Travis Barke, 46, em um castelo medieval na vila costeira de Portofino, na Itália, se tornou um anúncio ambulante da casa de moda de luxo Dolce & Gabbana, no último fim de semana.

Membros do clã Kardashian-Jenner foram repetidamente fotografados em roupas caras da Dolce & Gabbana e com várias mudanças de roupas. Com isso, a festa acabou virando uma campanha publicitária gratuita -já que a família da noiva possui centenas de milhões de seguidores.

Dados apurados pelo The New York Times com a Launchmetrics -que coleta dados sobre o desempenho da marca- mostram que o fim de semana do casamento já rendeu "US$ 25,4 milhões [cerca de R$ 22 milhões] em valor de impacto de mídia" para a Dolce Gabbana, graças em grande parte às postagens do Instagram dos integrantes da família.

Nos últimos anos, a marca esteve envolvida em escândalos. Na Itália, os sócios da marca foram processados por sonegação de impostos e e a marca teve um desfile que faria em Xangai, na China, cancelado após ser acusada de racismo.

Stefano Gabbana, co-fundador e estilista da casa de moda, teria se referido ao país como uma "máfia ignorante malcheirosa" em conversas privadas. O mesmo estilista já rotulou o clã Kardashian-Jenner como "as pessoas mais baratas do mundo" em um comentário sobre um vídeo publicado no Instagram.

Nas redes sociais, internautas criticaram Kourtney Kardashian e falaram que o casamento dela foi patrocinada pela marca. Mas um porta-voz dos fundadores da Dolce Gabbana negou ao Daily Mail ter feito patrocínio exclusivo com a família. Ele disse que estavam apenas "hospedando este evento feliz" no complexo à beira-mar pertencente aos estilistas.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Arte e Cultura

+ Arte e Cultura