Banco francês não irá mais financiar empresas que usam terras desmatadas

Por Portal do Holanda

16/02/2021 14h09 — em Amazônia

Foto: Pixabay

O maior banco da França, BNP Paribas, prometeu na segunda-feira parar de financiar empresas que compram gado ou soja produzida em terras amazônicas demolidas ou convertidas depois de 2008.

O banco também disse que vai incentivar os clientes a não comprar ou  produzir carne bovina  ou soja do Cerrado, que ocupa 20 % do Brasil, financiando apenas aqueles que adotam uma estratégia de desmatamento zero até 2025.

Carne bovina e soja são produtos considerados catalisadores do desmatamento.

O crescimento populacional e a rápida expansão da classe média em países como a China estimulam uma explosão na demanda por soja e aumentam o consumo de carne e laticínios.

Metade do Cerrado foi limpo e é um dos ecossistemas mais ameaçados do planeta, disseram quatro ONGs ambientais em um comunicado conjunto.

Klopi Le Guenic de Canopée - Forêts Vivantes disse: “O BNP Paribas dará aos comerciantes  mais cinco anos para cortar o desmatamento sem punição.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazônia