Após o fim da Operação Verde Brasil 2, Conselho da Amazônia discute ações

Por Portal do Holanda

30/01/2021 10h04 — em Amazônia

Objetivo é combater crimes ambientais e focos de incêndio na Amazônia Legal - Foto: Ministério da Defesa  A

O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, discutiu ontem (29), junto ao Conselho Nacional da Amazônia Legal, a continuação dos atos de combate de crimes ambientais na Amazônia mesmo após o fim da Operação Verde Brasil 2, comandada pelas Forças Armadas. Os militares operam na região desde maio do ano passado, após o decreto que constatou a Operação de Garantida da Lei e da Ordem (GLO), predita para ser finalizada em abril de 2021.

"A pauta principal desse primeiro encontro do ano foi a importância em manter a intensidade das ações conjuntas para o combate aos crimes ambientais, pelos órgãos de fiscalização, federais e estaduais, sem a participação das Forças Armadas no contexto da GLO", informou a assessoria da vice-presidência por meio de nota.

Segundo com a nota, Mourão evidenciou na reunião que "a meta estabelecida pelo Governo Federal no enfrentamento aos ilícitos na Amazônia tem caráter prioritário, considerando a importância dessa agenda para a retomada do desenvolvimento da região".

Em 2020, o índice alto no desmatamento e queimadas na região fizeram o governo federal optar pelo envio dos militares à região ao custo de R$ 60 milhões por mês.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazônia