Wilson Lima assina nomeação de aprovados no concurso do Idam

Por Portal do Holanda

21/10/2020 15h15 — em Amazonas

Decreto foi assinado hoje (21) no auditório da Secretaria de Produção Rural (Sepror). Foto: Diego Peres/Secom

Manaus/AM - O governador Wilson Lima assinou, nesta quarta-feira (21/10), no auditório da Secretaria de Produção Rural (Sepror), no Japiim, o decreto de nomeação dos 227 aprovados no concurso do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), realizado em 2018.


Os profissionais atuarão nos 62 municípios do Amazonas e serão lotados, conforme o polo de aprovação, em uma das 66 unidades locais do Idam na capital e no interior do estado.

Foram chamados os aprovados dos níveis Fundamental, Médio e Superior, para os cargos de engenheiro, médico veterinário, assistente social, técnico de nível superior, técnico em agropecuária, técnico extensionista social, assistente técnico, motorista e motorista fluvial.

“Nós damos aqui um passo importante e destacamos dois aspectos: primeiro, o reconhecimento a esses concursados que se dedicaram para serem aprovados no certame; e também nós entregamos ao setor primário mais mão de obra, são 227 técnicos para garantir assistência técnica. A maioria deles irá para o interior, outra parte irá ficar aqui na capital”, destacou o governador.

Para o engenheiro agrônomo Thiago Rocha, que representou os concursados na solenidade de convocação, os profissionais que entrarão na Idam a partir de agora vão fortalecer ainda mais o setor primário do Amazonas.

“Eles chegam para fortalecer o órgão que é o Idam, que precisa muito de nova força de trabalho para trabalhar em prol da qualidade de vida dos agricultores do estado, tendo como ferramenta a extensão rural, a assistência técnica”, disse ele.

Autarquia vinculada ao Sistema Sepror, o Idam tem como finalidade a supervisão, coordenação e execução de atividades de assistência técnica e extensão rural, no âmbito das políticas e estratégias dos governos federal e estadual para os setores agropecuário, florestal, pesqueiro e agroindustrial.