Sindicalistas tentam armar nova paralisação no transporte coletivo

Por

28/06/2014 7h40 — em Amazonas

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), informa que na madrugada de sexta-feira (27), membros do Sindicato dos Rodoviários impediram mais uma vez, de forma irregular, a saída dos ônibus da empresa Viação São Pedro, localizada na Zona Oeste de Manaus.

De acordo com o diretor da empresa, Tarcísio Muratori, os sindicalistas chegaram por volta de 4h à garagem e bloquearam a saída dos ônibus, alegando que a empresa está praticando assédio moral e fazendo descontos indevidos no salário dos trabalhadores.

"São acusações incabíveis. Vemos que a situação só é para tumultuar o sistema de transporte de Manaus. Não existe essa situação de assédio moral dos trabalhadores, apenas fazemos algumas ponderações que qualquer empresa faz com seu colaborador. Por conta dessa paralisação, mais uma vez a população que usa o transporte coletivo foi prejudicada, pois mais de 65 viagens da empresa foram perdidas nesse horário entre 4h e 6h, horário que os ônibus foram liberados”, informou o diretor.

Ainda de acordo com a empresa, um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O Sinetram vai acionar a justiça sobre o ocorrido e pedir que sejam tomadas as providências cabíveis contra os sindicalistas.