Lindôra Araújo: Autoridades locais sabiam da falta de oxigênio em Manaus

Por Portal do Holanda

17/01/2021 21h22 — em Amazonas

Lindora Araujo - Foto: Reprodução

Manaus/AM - A Procuradoria-Geral da República (PGR), abriu no sábado (16), um inquérito no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o governador do Amazonas Wilson Lima e o prefeito de Manaus, David Almeida, por suposta omissão que resultou no colapso no sistema de saúde do Amazonas.

Segundo O Antagonista, a subprocuradora-Geral, Lindôra Araújo, fala em “grave cenário de colapso”, em despacho no qual o site teve acesso: “Informações preliminares dão conta de que era de conhecimento das autoridades locais a iminência da falta de oxigênio nas unidades de saúde, pelo menos desde o dia 10/01/20213, fato que não impediu que tão grave situação viesse a ocorrer.”Para a subprocuradora-geral, no momento “é impossível cindir as condutas dos gestores locais”, diz o trecho do despacho.

Para a subprocuradora-geral, no momento “é impossível cindir as condutas dos gestores locais”. Entre as solicitações feitas por Lindôra, estão o valor total do que foi recebido pelo Amazonas para o enfrentamento da Covid e as ações tomadas, além do número de leitos e de UTI disponíveis por mês, da março de 2020 a janeiro de 2021 e a data em que o governo tomou conhecimento da falta de oxigênio nas unidades hospitalares.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas