Escolas públicas estaduais participam de campeonato de soletração

Por

15/07/2014 15h57 — em Amazonas

Como recurso criativo e pedagógico para contribuir com o ensino da Língua Portuguesa, escolas públicas estaduais da zona norte de Manaus estão promovendo neste segundo semestre de 2014 a primeira edição do campeonato de soletração.

 

Voltado para alunos do 6º ano do ensino fundamental, com faixa etária de 13 anos, a competição envolve 14 unidades de ensino gerenciadas pela Coordenadoria Distrital 6 da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

 

Conforme seus organizadores a competição tem motivado os estudantes a buscar um conhecimento apurado sobre a Língua Portuguesa, atentando para a grafia correta das palavras.

 

A competição é realizada em três etapas, sendo elas: intraclasse (entre alunos da mesma turma); interclasse (envolvendo competições internas nas escolas) e interescolar (envolvendo os dois melhores alunos de cada escola).

 

“O interesse dos alunos em participar da competição e de estudar para obter os melhores resultados é grande. Acredito que o concurso é um estímulo para aprendizagem, contribuindo para o aprimoramento da escrita e também da expressão oral” comentou a representante da Seduc e assessora pedagógica da Coordenadoria Distrital 6, Miguelza Menezes, mencionando que os trabalhos envolvendo as primeiras etapas da competição iniciaram no último mês de maio.

 

Para auxiliar a preparação dos alunos competidores, professora Miguelza explica que foram encaminhadas apostilas às escolas participantes, nas quais constam aproximadamente 700 palavras para fixação, pelo aluno, de suas grafias corretas.

 

Preparação

 

Uma das 14 unidades de ensino participantes do concurso de soletração é a escola estadual Belarmino Marreiro, localizada no Conjunto Arco Íris, bairro Cidade Nova.

 

Conforme a professora de Língua Portuguesa da escola, Andréa Cristina de Oliveira, o processo de preparação dos alunos foi intensa, com atividades e oficinas realizadas ao longo dos primeiros bimestres do ano. “Trabalhamos vários aspectos, dentre os quais: significado das palavras, sua aplicação, grafia e memorização”, frisou professora Andréa de Oliveira.

 

Após vencidas as etapas intraclasse e interclasse ocorrerá a etapa interescolar, programada para o dia 1º de agosto no Centro de Educação de Tempo Integral Marcantonio Vilaça 2.

 

Participam da competição as escolas estaduais: Dom João de Souza Lima, Dom Milton Correa, Arthur Soares Amorim, Francisca de Paula de Jesus Isabel, Mario Monacelli, Letício de Campos, Maria do Céu Vaz, José Bernardino Lindoso, Júlio César de Moraes Passos, Juracy Batista Gomes, Hilda Tribuzzy, Raimunda Holanda, Belarmino Marreiro e o Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Marcantonio Vilaça 2.