Siga o Portal do Holanda

Brasil

Apoiadores de Bolsonaro agridem enfermeiros durante protesto em Brasília

Publicado

em

OPERAÇÃO SANGRIA: justificativa da PGR para prorrogar prisão de acusados


Enfermeiros que carregavam cruzes em homenagem a colegas que morreram trabalhando na linha de frente do combate ao coronavírus, pediam melhores condições de trabalho e faziam um apelo pelo isolamento social, foram agredidos por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro durante um protesto na sexta-feira, na Praça dos Três Poderes, em Brasília.  

Usando máscaras, os profissionais da saúde realizaram o protesto silencioso, com um distanciamento entre um e outro.  “enfermagem em luto pelos profissionais vítimas da covid-19. Fique em casa”, dizia um cartaz.

Mas o distanciamento social foi desrespeitado quando um grupo usando verde e amarelo, com a bandeira do Brasil em punho, se aproximou tentando censurá-los aos gritos e até agredindo os enfermeiros verbalmente, os chamando de "sem vergonha", "covardes", entre outros adjetivos. 

"Vocês querem passagem para Venezuela e para Cuba? (...) Quando a gente sente o cheiro da pessoa, não passa um perfume, a gente entendo o que você é.", disse uma senhora enrolada na bandeira do Brasil, apontando para a manifestante e seu nariz.  

“Vocês vão ser varridos, esquerdopatas. Vocês vão perder. Nós vamos varrer vocês dessa nação”, disse um senhor, que afirmou que os sindicatos "são gafanhotos" e a campanha deles é ridícula. 

Um homem chega a gritar em cima de uma enfermeira, quando uma colega se coloca entre os dois para protegê-la. O homem segura uma delas com força. 

A Polícia Militar precisou escoltar os profissionais da saúde para saírem do local.




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.