De furto na escola à agressão física, conheça a história do craque CR7

De furto na escola à agressão física, conheça a história do craque CR7

Por Portal do Holanda

10/01/2017 9h30 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução

Cristiano Ronaldo foi eleito nesta segunda-feira (9), o “Melhor do Mundo pela Fifa. O título é o quarto do jogador que tem uma carreira invejável e atual por um dos maiores clubes do mundo, o Real  Madrid. Mas a vida nem sempre foi fácil para ele e que desde muito cedo teve que aprender a “se virar.

Aos 12 anos, CR7 teve que sair de casa e se mudar da Ilha da madeira para Lisboa sozinho. Lá passou boa parte de sua adolescência que por sinal foi bastante conturbada. Segundo o site Notícias ao Minuto, Cristiano chegou a atirar uma cadeira contra a professora, além de ter sido acusado de pequenos furtos no colégio como merendas do colegas e lanches de funcionários.

A diretoria da escola chegou a enviar uma carta para o clube onde Ronaldo treinava, informando o comportamento indisciplinado do pequeno jogador:

“Este jovem jogador tem evidentes problemas de estabilidade emocional, perde frequentemente o controle de suas atitudes (…). Estamos convictos, porque a sua personalidade é ainda imatura e, portanto, não completamente formada, de que este jogador é um dos casos a merecer acompanhamento psicológico”, diz um documento enviado pelo colégio ao Sporting.

Esse e outros registros fazem parte de um livro que conta a história do craque, intitulado “CR7- Os segredos da Máquina”, de autoria dos jornalistas Juan Ignacio e Luís Miguel Pereira.

+ Famosos & TV