Compartilhe este texto

Armas de assalto a banco em Itajubá (MG) são achadas em SP, diz polícia

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

25/06/2022 22h33 — em
Variedades



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil de São Paulo apreendeu neste sábado (25) armas e explosivos que podem pertencer a assaltantes de uma agência da Caixa em Itajubá, no sul de Minas Gerais, que agiram na madrugada de quinta.

Um homem de 43 anos, dono de um imóvel em Itaquera, zona leste de São Paulo, foi preso em flagrante pelo crime de roubo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Segundo Douglas Dias Torres, delegado do 95º Distrito Policial (Heliópolis), ele confessou que o arsenal pertencia aos assaltantes.

Os policiais encontraram três fuzis calibre 762, uma espingarda calibre 12 e uma pistola .40 com seletor de rajadas, além de quase 950 munições, escondidas dentro de sofá e guarda-roupas.

Armas e munições, apreendidas em São Paulo e que foram utilizadas em assalto a banco em Itajubá (MG) Polícia Civil Aos policiais o suspeito disse que receberia R$ 1.000 para guardar os equipamentos. Além das armas e munições, os policiais encontraram dois capacetes e seis coletes à prova de bala, touca ninja do tipo balaclava e dois artefatos explosivos. Um esquadrão antibombas da Polícia Civil foi acionado para detoná-los.

A polícia recebeu informações de que os armamentos seriam levados para a comunidade de Heliópolis, na zona sul.

O homem detido desmaiou na delegacia e foi levado ao pronto-socorro. Até a noite deste sábado, ele permanecia internado sob escolta da Polícia Militar e, por isso, não havia sido interrogado.

Além dele, a Polícia de Minas Gerais deteve até o momento um suspeito de escoltar os veículos utilizados pela quadrilha.

Com 98 mil habitantes, a cidade de Itajubá teve momentos de pânico. Pelo menos quatro policiais militares e um estudante ficaram feridos em troca de tiros na ação. Um cerco foi montado pela Polícia Militar com a participação do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

Os assaltantes cercaram a sede do Batalhão da PM e atiraram contra os policiais. O grupo fugiu em cinco carros por estradas da região.

OUTROS CASOS

Ações desse tipo acontecem com frequência desde 2018, são realizadas por quadrilhas especializadas e fazem parte do chamado novo cangaço. São invasões de cidades de pequeno e médio porte por criminosos fortemente armados, em grupos de 15 a 30 homens, que chegam durante a noite ou madrugada em comboios de veículos potentes.

Em abril deste ano, uma tentativa de assalto a uma empresa de transporte de valores levou pânico à cidade de Guarapuava, no interior do Paraná. Três pessoas ficaram feridas, nada foi roubado e os bandidos fugiram. Cerca de 30 criminosos fortemente armados usaram ao menos oito carros, entre os quais alguns blindados, para tentar acessar o caixa da empresa de transporte de valores Proforte.

Em agosto de 2021, criminosos fortemente armados invadiram Araçatuba, a 521 km de São Paulo, espalhando terror na cidade de quase 200 mil habitantes. O grupo explodiu e roubou duas agências bancárias, fez moradores reféns, disparou bombas e ateou fogo em veículos durante a fuga. Dois moradores da cidade e um criminoso morreram.

Em Criciúma (SC), um assalto ao Banco do Brasil com ao menos 30 criminosos, dez automóveis e armamento de calibre exclusivo das Forças Armadas, foi considerado o maior do tipo na história do estado em dezembro de 2020.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades