Compartilhe este texto

Falta de balizamento de aeroportos: um problema para o turismo


Por Orsine Jr.

30/05/2022 20h54 — em
Turismo, eu acredito!



A falta de balizamento nos aeroportos do Amazonas é um empecilho para o desenvolvimento do turismo local. Atualmente, o Estado conta com 33 terminais aeroportuários, porém apenas os empreendimentos de cinco municípios, incluindo os da capital, dispõem de balizamento, o que reflete diretamente no turismo local. Essa é uma observação que fazemos em pleno 31 de maio, Dia do Aeroporto. 

Mas o que é balizamento? Balizamento é a técnica de iluminação e sinalização que visa a segurança em operações (pouso e decolagem de aeronaves) em aeroportos e helipontos no período noturno. No Amazonas, apenas os aeroportos de Manaus, Tefé, Tabatinga, Parintins e São Gabriel da Cachoeira contam com a técnica e estão aptos para receber voos no período da noite. 

Desta forma, estamos em déficit e municípios com potencial e atrativos turísticos são prejudicados. Há um grande problema, pois grande parte dos aeroportos amazonenses só pode receber voos durante o dia, o que atrapalha o desenvolvimento de cidades como Maués, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e tantos outros municípios com atrativos turísticos. O aeroporto de Itacoatira, por exemplo, poderia servir de apoio para o aeroporto de Manaus, em casos de alguma emergência, mas está inapto justamente por não ter balizamento. 

Nossos aeroportos precisam de estrutura, ainda mais diante das possibilidades de turismo que temos. Não podemos contar só com a “sorte” de sermos um dos principais cartões postais turísticos do mundo. Precisamos ter condições necessárias para receber aeronaves em qualquer horário do dia e, assim, celebrar o Dia do Aeroporto com a perspectiva do nosso turismo “alçar voos maiores”. Fica o alerta para o poder público. 

Pela melhor estrutura dos nossos aeroportos, Turismo Eu Acredito!


Os artigos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados nesta coluna não refletem necessariamente o pensamento do Portal do Holanda, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

ASSUNTOS: Turismo, eu acredito!

+ Turismo, eu acredito!