Compartilhe este texto

Genética pode ser uma das causas do Alzheimer, aponta estudo

Por Portal Do Holanda

05/06/2024 17h20 — em
Saúde e Bem-estar


Foto: Reprodução Pixabay

Um novo estudo publicado no periódico Nature Medicine sugere que a genética pode ser uma causa do Alzheimer, e não apenas um fator de risco. A pesquisa indica que uma variante genética específica, APOE4, está ligada a 20% dos casos da doença. Ter duas cópias dessa variante aumenta significativamente o risco de desenvolver demência.

A pesquisadora Reisa Sperling, do Mass General Brigham, afirmou que este é o primeiro grande estudo a mostrar que ter duas cópias do gene APOE4 realmente aumenta a probabilidade de desenvolver Alzheimer. Isso abre possibilidades para diagnósticos precoces e terapias preventivas. A pesquisa analisou dados de mais de 500 pessoas com duas cópias do gene APOE4, mostrando que 95% delas apresentaram marcadores biológicos do Alzheimer aos 55 anos e sintomas da doença aos 65 anos, cerca de 10 anos antes do comum.

A pesquisa também revelou que 2% a 3% da população mundial tem duas cópias do APOE4, representando 15% a 20% dos diagnósticos de Alzheimer. Isso sugere que, embora a genética seja um fator significativo, fatores ambientais e de estilo de vida também desempenham um papel importante. 

Os resultados não mudam os protocolos atuais para a doença, mas há expectativa de que novos estudos possam avançar no diagnóstico precoce e em intervenções preventivas. Reisa Sperling aconselha contra testes genéticos ou biomarcadores para pessoas sem sintomas no momento.

Fatores de risco conhecidos do Alzheimer:
1. Idade: Principal fator de risco, dobrando a cada cinco anos após os 65.
2. Sexo: Mais frequente em mulheres.
3. Genética: Alguns genes aumentam o risco, mas a causa é multifatorial.
4. Escolaridade: Menor nível de escolaridade e estímulos mentais podem antecipar sintomas.
5. Doenças crônicas e estilo de vida: Hipertensão, obesidade, sedentarismo, dieta insalubre, tabagismo, colesterol alto e diabetes elevam o risco.
6. Traumatismos: Alguns estudos indicam uma relação entre traumas cranianos e maior risco de Alzheimer.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Saúde e Bem-estar

+ Saúde e Bem-estar