Compartilhe este texto

Presos em operação no Rio Preto da Eva serão transferidos para Manaus

Por Portal Do Holanda

23/02/2024 12h49 — em
Policial


Foto: Jander Robson/Portal do Holanda

Manaus/AM - Dois líderes de facções criminosas foram presos em Santa Catarina e Pernambuco, e outros 27 membros dos grupos foram detidos no Rio Preto da Eva durante a Operação Dicotomia, realizada nessa quinta-feira (22). Eles deverão ser transferidos para Manaus ainda hoje.

De acordo com a polícia, os grupos criminosos estavam se instalando no município e se preparavam para tomar territórios no interior do Amazonas.Foto: Jander Robson/Portal do Holanda

O delegado Henrique Brasil conta que as investigações que precederam a operação, duraram cerca de seis meses e enfrentaram muitos obstáculos já que Rio Preto da Eva, área de atuação dos criminosos, possui muitos ramais que servem de base para as facções.

“Rio Preto da Égua tem mais de mil quilômetros de ramais. Tem dificuldades porque qualquer carro, qualquer movimentação diferenciada, ela é monitorada (...) Essas organizações criminosas são instaladas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo e que possuem atuação em todo o Brasil, inclusive no Amazonas”.

Delegado Henrique Brasil - Foto: Jander Robson/Portal do HolandaO delegado detalhou ainda que durante o levantamento de informações, a polícia chegou a cadeia de comando e aos ‘soldados do crime’.  “Nós monitoramos e tentamos identificar a estrutura organizacional do crime, tanto de uma facção quanto de outra, e isso culminou na expedição de 45 mandados de prisão, 43 mandados de busca e apreensão (...) São 29 pessoas presas”.

Durante a ação, também foram apreendidas várias armas. “Nós temos 8 flagrantes realizados no dia de ontem, 9 armas apreendidas, sendo 8 curtas e 1 arma longa, ou seja, 1 fuzil. Dentre as armas curtas, a gente pode destacar um revólver calibre .45, que é uma arma de grosso calibre utilizada pela criminalidade”, diz Henrique.

Foto: Jander Robson/Portal do HolandaNós últimos meses, essas facções estavam intensificando a guerra pela tomada de território e promovendo uma série de mortes que deixa a população no meio do fogo cruzado.

“Eles são organizados, praticavam crimes como homicídios, tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte legal de arma de fogo (...) A população, por mais que, só estivesse morrendo pessoas envolvidas com o crime, também sente essas mortes. Sente porque ela se preocupa ao sair de casa, ao ir trabalhar, ao ir para a escola, ao tentar viver uma vida de lazer. Isso acaba confinando essas pessoas em casa”, enfatiza.

Foto: Jander Robson/Portal do HolandaA polícia afirma que com as 29 prisões ocorridas nessa quinta, ao menos cinco homicídios foram solucionados, uma vez que os autores estão entre este grupo.

“Nós temos homicídios, pelo menos cinco homicídios elucidados com as prisões de ontem. Nós recuperamos a faca utilizada no esquartejamento e foi amplamente divulgada nas redes sociais e na televisão na semana passada. Nós conseguimos prender duas pessoas envolvidas nesse homicídio. Nós conseguimos prender uma pessoa que foi quem realizou um disparo de arma de fogo contra a viatura da polícia militar na semana passada também”, destaca.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Policial

+ Policial