Preso por mais de 20 homicídios abandonou jiu-jitsu para virar pistoleiro de facção em Manaus

Por Portal do Holanda

14/09/2021 9h30 — em Policial

Lucas estava com viagem marcada para os EUA - Foto: Reprodução

Manaus/AM - Lucas José, 20, suspeito de matar mais de 20 pessoas em Manaus só neste ano, era lutador de jiu-jitsu e abandonou o esporte para se tornar pistoleiro de uma facção criminosa.

Após ser preso na tarde desta segunda-feira (13) e segundo a polícia, confessar os crimes, Lucas contou que tinha o sonho de seguir a carreira no esporte, mas a pandemia não permitiu.

A mãe conta que o ex-atleta estava morando em São Paulo e treinando para competir nos Estados Unidos. Quando a pandemia começou paralisou os campeonatos e Lucas decidiu voltar para Manaus.

Aqui, ele começou a se envolver com pessoas erradas e foi convencido a largar o esporte para integrar uma facção criminosa. Em pouco tempo, se tornou matador profissional e pistoleiro de confiança do grupo. 

Ele passou a ser designado para executar vários homicídios pela cidade e pode ter bem mais de 20 assassinatos nas mãos. Ele citou alguns para a polícia e outros estão sendo investigados.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial