Overdose, tiros, enforcamento e facadas fizeram 13 mortos em Manaus

Por

23/06/2014 12h06 — em Policial

Manaus/Am – O fim de semana deixou saldo de 13 mortes violentas na cidade, assim como assalto a fábrica no Distrito Industrial e mais de 60 atendimentos no Instituto Médico legal (IML), além de uma universitária assassinada pelo companheiro com sete tiros.

As principais ocorrências com mortes registradas no IML estão listadas a seguir:

Carlos Pereira dos Santos foi assassinado a tiros por volta das 22h de sábado, na rua E, nº 52, bairro Armando Mendes, zona Leste.

Alex Barbosa de Moura, 27, foi executado com três tiros na cabeça por volta das 15h deste domingo, na rua Paraíso, no bairro Mauazinho, zona Leste.

Cometeu suicídio por enforcamento por volta das 22h de domingo William Milon Almeida, 35, que morava na rua Pires de Carvalho, bairro União, zona Norte.

Overdose matou, às 6h deste domingo, 22, Jéssica Nunes Rolim, 18. Ela morava no beco Batista, na rua Universal, no bairro Educandos, zona Sul. Fabio Christian de Souza Rodrigues, 34, também foi vítima de overdose na tarde deste domingo na rua Domingos Lima, no nº 2 da Vila Batista, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul.

João Correia de Moura, 17, foi morto com dez disparos na rua Guatemala, Parque das Nações, por volta das 22h20 de sábado.

Outro que foi assassinado a tiros foi Mário Reis Matias, 23, que levou um tiro no peito. O homicídio aconteceu na rua 4, 4ª etapa do bairro Jorge Teixeira, zona Leste, na noite de sábado.

Também foi morto com um tiro no peito Ender César Fernandes Bentes, 37, assassinado por volta de 1h desta segunda-feira na rua Alagoas, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte.

Morreu por afogamento, na manhã de sábado, Ardson Moriz de Souza, 21, na praia da Lua, no Tarumã.

Luana Berenice Gonzaga das Neves, 21, foi morta com sete tiros, por volta das 22h de sábado. Luana era estudante do curso de Geografia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e vivia com há cerca de três meses.

Colisão de moto e caminhão na manhã de sábado resultou na morte de Mariele Santiago da Silva, 16, por traumatismo craniano. Ela morreu por volta das 10h no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio. Seus pais eram Marcílio Santos da Silva e Marivânia Santiago da Silva.

Outra colisão entre carro e moto tirou a vida de Estevão Vítor Ribeiro da Silva,16, em acidente acontecido cerca de 16h de domingo na avenida Arterial, no bairro Santa Etelvina, zona Norte.

Na manhã de sábado deu entrada no IML, vítima de facadas, um homem não identificado assassinado no ramal do Vovô, na Vivenda do Pontal, no bairro Tarumã, zona Oeste. O corpo aparenta ter entre 30 e 35 anos e apresenta a palavra “Bigar” tatuada no lado direito.