Homem que matou namorada em Manaus já teria ameaçado se matar, diz delegada

Por Portal do Holanda

19/10/2020 13h48 — em Policial

Mulher morreu com aproximadamente 10 facadas - Foto: Caio Guarlotte/Portal do Holanda

Manaus/AM - A delegada Marília Campelo, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), contou que Breno Cristian da Silva Neves, que matou a namorada Maria Elisa da Silva Viana, 20, a facadas, ainda está internado em estado grave, em uma unidade de saúde de Manaus. A delegada disse que ele está custodiado e que assim que se recuperar vai responder pelo crime. 

"Ele ainda está muito ferido, inconsciente, em estado grave. Mas já conseguimos ouvir os familiares dele, a tia, que encontrou os dois na casa após o crime e vamos concluir o inquérito para encaminhar a Justiça", disse. 

De acordo com a Campelo, a princípio, a vítima foi morta por pelo menos 10 facadas, mas o laudo do Instituto Médico Legal (IML) deverá apontar o número exato. Ela destacou, que o casal estava junto há menos de um ano e que nesse tempo, Breno teria ameaçado se matar, caso ela terminasse com ele. 

"A Maria teria terminado com ele, mas ao longo da semana antes de crime teria conversado com ele e aceitou passar o final de semana na casa de Breno. Chegando no local eles iniciaram uma discussão e terminou na morte da jovem. A tia dele foi quem encontrou os dois e acionou a polícia", revelou. 

A delegada disse ainda, que a família do rapaz alegou que o mesmo sofre de esquizofrenia, mas não apresentou nenhum laudo ainda, que deverá ser solicitado pela Justiça.