Compartilhe este texto

Exame de DNA confirma mais uma vítima de estuprador em série no Amazonas

Por Portal Do Holanda

21/06/2024 14h42 — em
Policial


Foto: Carlos Soares/SSP-AM

Manaus/AM - Um exame de DNA confirmou mais uma vítima do estuprador em série Tonyelson Souza da Silva, 33 anos, cometido em 2013, no Amazonas. O homem está preso desde 2023 por fazer várias vítimas em Manaus e no interior do estado. 

Conforme o Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística Lorena dos Santos Baptista, a confirmação veio a partir de um vestígio coletado em uma vítima de estupro. O material forense estava armazenado no Banco de Perfis Genéticos, que apontou que o crime foi praticado por Tonyelson. 

Tonyelson Souza da Silva - Foto: Divulgação

Segundo a gerente do Laboratório de Genética Forense, perita Daniela Koshikene, o perfil genético é utilizado para identificação humana da mesma forma que uma impressão digital. Ele individualiza cada pessoa e a diferencia uma da outra. “Desta forma, o perfil genético obtido do vestígio coletado do corpo da vítima foi inserido no Banco de Perfis Genéticos e confrontado com todos os perfis genéticos que estão ali, de pessoas conhecidas, como condenados por crimes graves e vestígios de outros crimes”, destacou a perita.

Ela ressaltou ainda que Tonyelson foi encontrado como autor desse estupro. “Ele já cometeu outros estupros também e o que percebemos é que esse é o crime mais antigo cometido por ele”,  disse.

Após a identificação do autor, as informações foram repassadas à Polícia Civil (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (DEPCA), responsável pelas investigações. De acordo com a delegada Juliana Tuma, agora, o inquérito policial será concluído e remetido à Justiça.

Importância da coleta - Para possibilitar a identificação de criminosos pelo exame de DNA, a gestora do Laboratório Forense Daniela Koshikene ressalta a importância de que a vítima de crime sexual seja submetida de forma célere à coleta.

"O ideal para a identificação do autor é de que essa vítima se apresente a uma delegacia e em seguida se apresente ao Instituto Médico Legal. No IML será feito o exame e coletado vestígio que foi deixado pelo criminoso. Esse material que vai ser encaminhado ao laboratório, então é importante que essa vítima se apresente à polícia o mais rápido possível sem fazer higienização porque o material deixado pelo autor no seu corpo é o que nós precisamos para identificar quem deixou esse material no corpo da vítima", explicou a perita.

Conforme Koshikene, caso a vítima realize a higiene, ainda assim deve comparecer à delegacia mais próxima e levar as roupas usadas por ela durante a prática criminosa, principalmente, as íntimas. "A secreção que existe neste material é o objeto que vai ser analisado pela perícia", esclareceu Koshikene.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Policial

+ Policial