Com histórico de stalker, policial é presa após esfaquear ex com canivete

Por Portal do Holanda

29/11/2021 8h57 — em Policial

Rafaella Mota - Foto: Arquivo pessoal

A policial civil, Rafaella Mota, foi presa nesse domingo (28), suspeita de esfaquear o ex-namorado com um canivete. O crime ocorreu no SOF Norte, no Distrito Federal.

Segundo a vítima, a mulher invadiu sua casa, furou os pneus do carro e fugiu. O homem, por sua vez, presenciou a ação da mulher e a perseguiu pela rua.

Ao confrontá-la, ele foi golpeado duas vezes nas costas e também foi mordido no peito.

O ex já tinha um processo contra a policial por perseguição e agressão e ela chegou a ficar presa por alguns meses por isso.

Contudo, assim que saiu da prisão ela voltou a ir atrás dele e o atacou, relatou em depoimento.

Em sua defesa, a mulher contou que tinha marcado um jantar com o atual namorado e que estava apenas passando pela rua da casa do ex, quando foi atacada por ele.

Ele disse ainda que puxou o canivete que carrega consigo porque se assustou e que os ferimentos foram causados pelo próprio ex-namorado, assim como os danos ao carro.

Rafaella disse ainda que o homem estava tentando incriminá-la. Após ser ouvida, ela assinou um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e foi liberada.

A mulher tem histórico de perseguir os ex e já foi condenada em outro caso com características bem semelhantes. Na época, o ex em questão, afirmou que Rafaella o perseguia em casa, no trabalho, na rua e ligava quase várias vezes por dia para ele.

A policial também costumava aparecer nos lugares onde ele estava e fazer barracos e chegou a ameaçar machucar familiares dele caso o homem não aceitasse reatar o relacionamento.

Mesmo com a condenação, a PC ganhou o direito de responder em liberdade e continua nas ruas.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial