Confira os vencedores do Oscar 2021; Nomadland ganhou como Melhor Filme

Por Portal do Holanda

25/04/2021 23h43 — em Oscar 2021

Foto: Nomadland foi o grande vencedor da noite

A cerimônia do Oscar aconteceu, neste domingo (25), na estação de trem Union Station, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Devido à pandemia da Covid-19, o evento ocorreu ao ar e premiou diversos artistas e produções cinematográficas no mundo. 

Confira abaixo os vencedores do Oscar deste ano;

Na categoria de 'Melhor filme', venceu Nomadland. A produção superou os filmes: Meu pai, Judas e o messias negro, Mank, Minari, Bela Vingança, o Som do Silêncio e Os 7 de Chicago.

Frances McDormand, de Nomadland, levou o prêmio de melhor atriz e desbancou Viola Davis em A voz suprema do blues; Andra Day em Estados Unidos Vs Billie Holiday; Vanessa Kirby de Pieces of a woman, além da Carey Mulligan que atuou em Bela vingança.

Como Melhor ator, venceu Anthony Hopkins de 'Meu pai'. Na categoria também concorreram Riz Ahmed - "O som do silêncio", o falecido Chadwick Boseman - "A voz suprema do blues", Gary Oldman - "Mank" e Steve Yeun - "Minari".

O prêmio de Melhor direção ficou para Chloé Zhao - "Nomadland". Também concorreram à estatueta: Thomas Vinterberg - "Druk - Mais uma rodada"; David Fincher - "Mank"; Lee Isaac Chung - "Minari" e Emerald Fennell - "Bela vingança".

Melhor atriz coadjuvante foi a Youn Yuh-jung em sua atuação em Minari. Ela disputou o prêmio com: Maria Bakalova - "Borat: fita de cinema seguinte"; Glenn Close - "Era uma vez um sonho"; Olivia Colman - "Meu pai" e Amanda Seyfried - "Mank".

O prêmio de Melhor ator coadjuvante foi para Daniel Kaluuya em 'Judas e o messias negro'. Na disputa também estavam Sacha Baron Cohen - "Os 7 de Chicago"; Leslie Odom Jr. - "Uma noite em Miami"; Paul Raci - "O som do silêncio" e Lakeith Stanfield - "Judas e o messias negro"

Melhor filme internacional venceu "Druk - Mais uma rodada" (Dinamarca). Os filmes também concorreram na categoria: "Shaonian de ni" (Hong Kong), "Collective" (Romênia), "O homem que vendeu sua pele" (Tunísia) e "Quo vadis, Aida?" (Bósnia e Herzegovina)

No Melhor roteiro adaptado, "Meu pai" venceu o prêmio ao disputar com Borat: fita de cinema seguinte, Nomadland, Uma noite em Miami e O tigre branco.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.