Vanessa visita áreas precárias da Praça 14

Por

21/09/2012 17h51 — em

Sobre frágeis pontes de madeira, montadas em cima de igarapés fétidos e cheios de lixo, Vanessa caminhou hoje (21) por becos atrás na rua Barcelos, na Praça 14. “Quando a gente fala que mora nesse bairro, parece até que a gente não precisa de nada, mas o que a gente quer mesmo é sair daqui, isso não é vida de gente: tira a gente daqui, Vanessa”, pediu a dona de casa Claudia Regina de Souza, de 38 anos, que mora há 12 em uma palafita no beco Nhamundá.
 
Segundo Vanessa, caso eleita, ela vai trazer o Minha Casa, Minha Vida para o âmbito municipal. “Só o governo do Estado tem feito o Prosamim e o Minha Casa, Minha Vida. Se Deus me permitir e vocês me quiserem na prefeitura, vamos melhorar a qualidade de vida de vocês, tirar as pessoas aos poucos da beira dos igarapés, com ordem, com indenizações”, disse.

 Durante a caminhada, Vanessa recebeu o abraço do aposentado Amazonino Castilho, de 69 anos, que mora há 42 anos na Praça 14. “Sou aposentado da Ufam e voto nela desde a primeira vez para vereadora. Ela sempre honrou meu voto e foi conquistando o de mais de 30 familiares a cada eleição. Agora somos mais de 50 votando nela, todos os Castilho adultos”, disse.

FÓRUM

 O Fórum Permanente de Mulheres do Amazonas entregou hoje (21) a Vanessa, candidata à prefeitura pela coligação Melhor pra Manaus, uma lista das reivindicações das 49 organizações que compõem o fórum. São eixos que vão desde educação ao meio ambiente. Vanessa disse que boa parte das reivindicações são factíveis. “Assistência integral à saúde da mulher, um centro de referência às mulheres vítimas de violência, são várias reivindicações que estão dentro de nosso plano de governo e certamente serão realidade, caso eleita”, disse.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+