Siga o Portal do Holanda

Sabino vai ao Ministério Público para barrar aumento na conta de água

Publicado

em

Por

O candidato Sabino Castelo Branco, foi ontem à tarde, ao Ministério Público em Manaus,onde protocolou uma ação contra o aumento no preço da tarifa de água que está  previsto para ocorrer nos próximos dias. Sabino disse que o aumento previsto de 5,95% nas contas de água é um absurdo e não tem nenhuma justificativa para acontecer, em função do péssimo serviço prestado pela empresa que é responsável pelo abastecimento de água da cidade.

Na ação que protocolou, Sabino argumenta: “é do conhecimento público que os serviços prestados pela empresa detentora da concessão não atendem às necessidades da população, sendo essa má qualidade dos serviços tema, inclusive, de todas as campanhas políticas, o que revela de forma clara o péssimo serviço que é prestado pela empresa para a população de Manaus, explicou”.

FALTA ÁGUA

Sabino afirma que “é notória a péssima qualidade dos serviços de abastecimento de água e esgoto na cidade de Manaus,onde grande parte de sua população não possui água tratada nas torneiras de suas casas e, nem os serviços de esgoto”, afirmou.

Na argumentação que encaminhou ao Ministério Público, Sabino Castelo Branco lembra que está previsto em lei que o abastecimento de água, esgotamento sanitário,limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos,devem ser realizados de formas adequadas à saúde pública e à proteção do meio ambiente, o que segundo ele, visivelmente não se observa nos serviços prestados pela Empresa Manaus Ambiental, sucessora do contrato de concessão dos serviços públicos de abastecimento de água e esgoto para Manaus, que herdou tanto os direitos de exploração dos serviços, como as obrigações decorrentes do contrato firmado com o Poder Público.

Sabino afirma que diante da situação que é de amplo conhecimento de todos em toda cidade de Manaus, onde o descaso com as necessidades da população se mantém, considerou ser de sua responsabilidade ingressar  com uma ação cabível para impedir que a empresa Manaus Ambiental reajuste a tarifa dos serviços de abastecimento de água e esgoto, uma vez que a mesma não cumpre as suas obrigações contratuais. 

“Não há a menor condição desse aumento ser concedido, penalizando  uma vez mais a população de Manaus, principalmente os mais necessitados. É uma vergonha o que acontece com esse sistema de água que definitivamente não funciona em Manaus”declarou.

NULL

+

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.