Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Presos assassinos do motorista da desembargadora

Publicado

em

Por

Os assassinos do motorista da desembargadora Graça Figueiredo, Pedro Paulo Tavares Costa, ferido e morto quando reagiu a um assalto na porta da lavanderia “Dry Clean”, em 5 de janeiro, foram presos nesta quinta-feira. Uma funcionária da lavandeiria - Solielma Cardoso -  que trabalhava há oito meses na empresa, foi a pessoa responsável por passar  informações para a quadrilha. Ela  sabia que no dia 5, um funcionário do setor financeiro  faria um saque de R$ 6 mil.


 
A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) prendeu Eder Custódio da Silva,   João Abreu Neto, o “João do gás”,   Aluísio Arcanjo da Silva  e Solielma Cardoso Ramos,  ex-funcionária da lavanderia “Dry Clean”, onde ocorreu o latrocínio do motorista do Tribunal de Justiça do Amazonas, Pedro Paulo Tavares Costa, 35, assassinado no dia 5 de janeiro deste ano, por volta das 16h, quando pegava roupa na lavanderia.

Os acusados foram presos em cumprimento a mandado de prisão, expedidos pelo Juiz de Direito, Mauro Moraes Antony, da 3ª. Vara do Tribunal do Júri.   

 

Eder e João foram presos em uma residência localizada no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste, por volta das 11h, de ontem (25), Aluísio e Solielma foram presos em sua residência, localizada no Conjunto Riacho Doce 2, bairro Cidade Nova, Zona Norte, hoje (26), por volta das 10h. O titular da Derfd informou que no assalto foram usadas uma motocicleta Yamaha 150, vermelha, placa OAA-9058, dirigido por Felix, que está foragido, e um carro modelo Corolla, prata, placa JWR-6549, que estava sendo dirigido por João, que daria cobertura na fuga. Os dois veículos foram apreendidos na prisão.

 

De acordo com o delegado Orlando Amaral, a então funcionária da lavanderia e companheira de Aluísio, Solielma, trabalhava há oito meses na empresa, foi a pessoa responsável por passar as informações para seus comparsas, sabia que no dia 5, um funcionário do setor financeiro da empresa faria um saque de R$ 6 mil, para realizar o pagamento dos funcionários. Ela e os comparsas articularam o assalto, e no momento do crime, Pedro foi à lavanderia, localizada na Rua Pará, bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul, para pegar uma encomenda para sua patroa, a Desembargadora Maria das Graças Figueiredo, quando Eder armado, anunciou o roubo, a vítima reagiu, sendo alvejado com dois tiros.

 

Após o fato a especializada iniciou as investigações, notificando os funcionários da lavanderia a comparecer a delegacia para prestar esclarecimento. Em depoimento dois funcionários reconheceram Eder, pelo arquivo fotográfico da Derfd, visto que, o mesmo é foragido do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena no regime semiaberto, pelos crimes de roubo e latrocínio, a partir das informações dadas por Eder foram identificados os outros. João Abreu responde a vários processos na justiça por roubo. Aluísio é foragido do Albergado, onde cumpria pena por roubo. Ainda falta ser preso o foragido Felix Nascimento de Lima, 27, foragido também do regime semiaberto, onde responde pelo crime de roubo.

 

Os acusados foram indiciados pelo latrocínio de Pedro Paulo, serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.