Siga o Portal do Holanda

Manaus

Governo fez o cadastro de 200 famílias para obras do Prosamim no São Jorge

Publicado

em

Por


Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), já concluiu o cadastro socioeconômico de 200 famílias que possuem residências na área de abrangência das obras do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) na comunidade Artur Bernardes, localizada às margens do igarapé da Cachoeira Grande, no São Jorge, zona oeste de Manaus.

O cadastro das famílias, que começou a ser feito no final do mês de janeiro pela Seinfra, é realizado por técnicos, assistentes sociais e arquitetos. Além da situação social, o cadastro registra o número de moradores por residência, a quantidade de cômodos, andares e as condições gerais do imóvel. As informações serão usadas para fins de indenização e pagamento de aluguel social pela Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab), segundo explica o coordenador executivo do Prosamim, Heliobalbi Martins.

“Em princípio, o cadastro é generalizado. Somente após a conclusão do levantamento topográfico, que também já estamos fazendo, é que teremos a delimitação real do terreno que será trabalhado e o número certo de residências que serão desapropriadas. Vamos fazer reuniões com os moradores para comunicar todas essas etapas, em cada trecho da obra, explicando todos os procedimentos. As famílias podem aguardar com tranquilidade”, orientou.

No igarapé da Cachoeira Grande, o Prosamim fará intervenção em um trecho de 1,75 quilômetros de extensão, a partir da ponte da Avenida Brasil até o igarapé Nova Esperança, no São Jorge. Nesse espaço, além da recuperação do igarapé e instalação de sistemas de dragagem, está previsto a construção de um conjunto habitacional com 1.580 residências pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’; um Centro de Referência de Assistência Social; um Centro Especializado em Assistência Social; uma Unidade Básica de Saúde; uma creche; um Centro de Educação Infantil; parques e ciclovias, o que vai beneficiar outras cinco mil famílias indiretamente.

No entorno do igarapé, a Seinfra abrirá uma nova via para interligar a ponte da Avenida Brasil a do São Jorge, criando uma rota alternativa para o tráfego de veículos. Segundo Martins, as residências do conjunto habitacional deverão ser entregues para os moradores das palafitas espalhadas pela comunidade. “Algumas formas de indenização já foram delineadas pela Suhab. Naquela área de obras do Prosamim teremos duas quadras, bairros que vão alocar, a princípio, as famílias mais necessitadas, moradoras das palafitas. Outras famílias serão indenizadas. Aqueles que vão receber a casa serão colocados em aluguel provisório, pago pelo governo”, disse.

De acordo com a secretária de Estado de Infraestrutura, Waldívia Alencar, o Governo do Estado busca investimentos para estender o Prosamim da área do igarapé da Cachoeira Grande seguindo o curso da água até atrás do Clube Municipal de Manaus, em uma extensão de aproximadamente 5,5 quilômetros de obras.

Para este ano, a Seinfra prevê a recuperação, através do Prosamim, dos igarapés do Franceses, no bairro Chapada; do Bindá, no bairro União; da Cachoeirinha, referente a comunidade São Sebastião, bairro Petrópolis; da Sharp, que é afluente do Igarapé do Quarenta e corta a comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes. Nos Franceses, além dos trabalhos de canalização, dragagem e limpeza do leito do igarapé, está previsto o alargamento da rua ao redor.
NULL

+ Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.