Siga o Portal do Holanda

Manaus

Governo apresenta Plano de Contingência para a cheia no Amazonas

Publicado

em

Por

Manaus - O governador em exeercício, José Melo, participou nesta sexta-feira  da reunião de apresentação do Alerta de Preparação e Enfrentamento a Emergência por Inundações, destinado aos municípios amazonenses atingidos e aos que ainda devem ser afetados pela cheia. O Plano de Contingência, a ser executado pelo Governo do Amazonas através do Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec), traz o diagnóstico com a previsão de danos que a enchente poderá causar a todas as regiões do Estado, e as ações a serem realizadas nessas áreas.


“Essa reunião na verdade é um desdobramento do trabalho que o Estado já vem executando. Em tratativas com o Governo Federal, o governador Omar Aziz solicitou um aporte de recursos na ordem de R$ 12 milhões. Por meio de articulação junto ao Ministério da Defesa, também conseguimos o apoio das Forças Armadas”, afirmou José Melo.


Além das 10 cidades que já decretaram situação de emergência, outros 24 municípios deverão sofrer impactos negativos com a cheia, totalizando mais de 280 mil pessoas afetadas. O município de Canutama (a 619 quilômetros de Manaus), no Purus, terá nos próximos dias a situação de emergência formalizada, tornando-se o décimo primeiro a decretar o alerta. “Até então nossa atuação era concentrada em Boca do Acre e na região do Juruá. Mas agora, todo o Purus está sendo afetado pela cheia. Há indicativo de que o Alto Solimões entre em situação de emergência em 20 dias. E o baixo Amazonas também já está enchendo. Agora vamos expandir o trabalho para todo o Estado”, garantiu José Melo.


Segundo o secretário executivo do Subcomadec, coronel Roberto Rocha, o planejamento foi totalmente definido e envolverá equipes técnicas de órgãos Estaduais, Municipais e Federais. “Vamos ter um comando unificado que determinará as atribuições de cada equipe. Faremos o isolamento de áreas de risco, a remoção de pessoas e a distribuição de ajuda humanitária”, destacou.
 

Atualmente as equipes trabalham nos municípios de Pauini e Lábrea (a 923 e 702 quilômetros de Manaus respectivamente), onde está sendo feito o cadastramento das famílias que serão atendidas. O último levantamento feito pela Defesa Civil Estadual aponta que, até agora, 34 mil famílias foram afetadas diretamente pela cheia.

 
A previsão é de que na próxima semana o ministro de Integração Nacional, Fernando Bezerra, reúna-se em Manaus com o governador Omar Aziz a fim de tratar sobre a liberação de recursos federais para atender a população afetada com a enchente.


Previsão – O balanço da segunda fase de previsão de impacto da cheia, elaborado com dados da Defesa Civil, mostra que os municípios de Anamã, Anori, Autazes, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Urucará e Urucurituba serão prejudicados. (tabela em anexo)


Balanço – Na calha do Juruá sete municípios estão em situação de emergência (Eirunepé, Guajará, Envira, Itamarati, Carauari e Jururá), totalizando 6.048 famílias afetadas. O Governo já destinou a essa região cerca de 75 toneladas de ajuda humanitária com cestas básicas, kits de limpeza e de higiene pessoal, medicamentos e kits dormitório. Na região do Purus três municípios também decretaram situação de emergência (Boca do Acre, Lábrea e Pauini).

Somente em Boca do Acre aproximadamente 5.137 famílias foram prejudicadas pela subida das águas e 430 pessoas estão alojadas em abrigos da Defesa Civil do Amazonas. Já em Lábrea 3.050 famílias foram afetadas e 1.780 famílias de Pauini foram prejudicadas.

O Governo do Estado também já enviou ajuda a esses municípios. No total, os 10 que apresentam situação de emergência receberam mais de 100 toneladas de auxílio humanitário.
 

NULL

+ Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.