Cetam inicia cursos para mais de 4,1 mil no interior Cetam inicia cursos para mais de 4,1 mil no interior

Cetam inicia cursos para mais de 4,1 mil no interior

Por

10/06/2012 16h27 — em Manaus

O  Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam)  amplia os cursos de qualificação profissional do projeto Oportunidade e Renda para o interior do Estado. Cerca de 4,1 mil pessoas de 37 municípios amazonenses começam 48 tipos de cursos diferentes nesta segunda-feira, 11 de junho.


O projeto Oportunidade e Renda, que faz parte do programa Amazonas Social, visa qualificar mão de obra que possa assumir postos de trabalho nas áreas dos cursos ofertados ou para a geração de renda, por meio da formação de profissionais autônomos. Para alcançar este objetivo, estão envolvidas as Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab) e Agência de Fomento do Amazonas (Afeam). Durante as aulas, cada aluno recebe instruções de como candidatar-se a vagas de emprego ou de como adquirir financiamento para começar o próprio negócio.

De acordo com a presidente do Cetam, Joésia Pacheco, a integração do interior consolida a primeira etapa do Oportunidade e Renda que, na capital, ofereceu 18 mil vagas. “O início das aulas no interior reflete a continuidade do projeto preconizado pelo governador Omar Aziz. Os cursos têm carga horária que varia de 60 horas a 150h”, informou Joésia.

Nesta etapa, os municípios beneficiados são: Autazes, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Barcelos, Borba, Canutama, Carauari, Codajás, Coari, Careiro Castanho, Envira, Eirunepé, Fonte Boa, Guajará, Humaitá, Ipixuna, Iranduba, Itacoatiara, Itamarati, Itapiranga, Lábrea, Manacapuru, Manaquiri, Manicoré, Nova Olinda do Norte, Parintins, Pauini, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, São Gabriel da Cachoeira, Silves, Tabatinga, Tefé, Urucará e Urucurituba.

Para cada município, as áreas de qualificação variam desde o curso de pintor de obras ao de recepcionista em meios de hospedagem. Conforme a presidente do Cetam, a oferta leva em consideração a demanda por profissionais, bem como a possibilidade de gerar renda no município. “A ideia do projeto é fortalecer a economia do interior. Isso requer profissionais qualificados que atendam as exigências do mercado, além de cabeças capazes de tocarem o próprio negócio”, avaliou.

Emprego e Renda - Após a conclusão dos cursos voltados para a empregabilidade, o aluno é encaminhado para cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine/Amazonas) – coordenado pela Setrab. O aluno que for qualificado para a geração da própria renda, por meio do trabalho autônomo, será encaminhado à Afeam para a avaliação e orientação para concessão do financiamento “Oportunidade & Renda”, de até R$ 2,5 mil.

NULL

+ Manaus