Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Em Manaus, carros de som e viaturas da PM são usados para reforçar isolamento social

Publicado

em

Foto:Governo do Amazonas Foto:Governo do Amazonas
Foto:Governo do Amazonas

CPI rastreia R$ 250 milhões destinados ao combate a Covid 19 no Amazonas


Manaus/AM - O Governo do Amazonas iniciou, no último final de semana, um trabalho de conscientização em todas as zonas de Manaus, utilizando carros de som volantes e viaturas da Polícia Militar. O objetivo da ação, que estabelece um contato mais próximo com a população, é alertar sobre os riscos de não se seguir as recomendações de manter-se em isolamento social, para conter a proliferação do novo coronavírus (Covid-19). A medida faz parte do pacote de ações que busca intensificar o trabalho de orientação no enfrentamento à pandemia.

Os carros de som volantes começaram, no último sábado (4), a circular nos bairros de Manaus, onde a incidência do coronavírus é mais alta. Divididos por áreas e turnos, os veículos estão nas ruas durante toda a manhã e tarde, divulgando mensagens que enfatizam que a melhor forma de proteção é ficando em casa.

O comunicado frisa que um dos grandes riscos é que todos precisem, ao mesmo tempo, do sistema de saúde, de forma que não haja possibilidade de atender à demanda. A mensagem ressalta, ainda, que a recomendação de isolamento social é feita no mundo inteiro, para que o vírus para de circular e o sistema de saúde não atinja o limite.

O efetivo da Polícia Militar do Amazonas reforça a conscientização à população por meio do sistema de som das próprias viaturas, que circulam em todos os bairros de Manaus.

“A Polícia Militar, além do policiamento normal com suas viaturas, vem alertando, através do nosso serviço de sonorização, para que as pessoas fiquem em casa. Aquelas pessoas que necessitam sair, que precisam de um atendimento médico, hospitalar, comprar seus mantimentos, nós vamos ter consciência e entender. Agora aquelas pessoas que estão descumprindo uma determinação legal, abrindo o comércio que não é para estar aberto, descumprindo o decreto, nós vamos agir dentro do rigor da lei”, enfatizou o comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Ayrton Norte.

Conforme decreto estadual, segue restrito, até o dia 15 de abril, o funcionamento do comércio e de serviços considerados não essenciais, sendo mantida a suspensão do atendimento ao público em geral de todos os restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação e similares. A suspensão das aulas presenciais na rede pública estadual em todo o Amazonas permanece até o dia 30 de abril. 

No sábado (4), o governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou, em entrevista a veículos de comunicação nacionais e locais, transmitida ao vivo nas redes socias do Governo do Estado, que as forças de segurança intensificariam a fiscalização nas ruas, com a orientação de deter pessoas, fechar e multar estabelecimentos comerciais não essenciais que não estejam cumprindo com o decreto de distanciamento social, que proíbe a aglomeração de pessoas.

De acordo com o coronel Ayrton Norte, todas as viaturas estão reforçando as mensagens e abordagens junto à população, principalmente nas áreas comerciais e onde há agências bancárias.

“Estamos pedindo que as pessoas não se aglomerem, que as pessoas que estejam em filas procurem respeitar a distância recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde do Estado; que utilizem o Equipamento de Proteção Individual (EPI), a máscara principalmente; e que as pessoas possam entender que só pode estar na rua, realmente, quem tem necessidade. Quem não tem necessidade fique em casa, pense na sua família, nos seus amigos, porque nós estamos na rua para lhe proteger”, frisou o comandante geral da PM.

A população pode denunciar o descumprimento do decreto governamental acionando as forças de segurança por meio do 190.

 



Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.