Policial acusado de matar George Floyd é julgado hoje nos Estados Unidos

Por Portal do Holanda

08/03/2021 6h52 — em Mundo

Floyd morreu asfixiado pelo ex-oficial - Foto: Divulgação

Os Estados Unidos iniciam nessa segunda-feira (8), o julgamento histórico do caso George Floyd, o homem negro que foi morto asfixiado até a morte no estacionamento de um supermercado por um policial branco em maio do ano passado em Minneapolis.

O crime foi revelado em vídeo e causou uma onda de protestos que se espalhou pelos EUA e pelo mundo. As manifestações deram origem ao movimento chamado “Vidas Negras Importam”, que acabou descortinando outros casos de racismo e assassinato de pessoas negras em vários países, assim como no Brasil.

Na época, o policial acusado, Derek Chauvin foi demitido da Polícia de Minnesota e preso, mas algum tempo depois foi posto em liberdade para aguardar o julgamento. Hoje, ele enfrenta um júri popular sob a acusação de pressionar o pescoço de Floyd até a morte enquanto a vítima se debatia e avisava que não conseguia respirar.

A defesa de Chauvin já avisou que vai apostar na tese de que o ex-oficial estava fazendo o que foi treinado para fazer e que não tinha a intenção de matar. O advogado acredita que o cliente não será condenado, mas reconhece que não ter o apoio do departamento e dos colegas de farda pode ser um entrave durante o julgamento.

Do lado da vítima, advogados de renome e reconhecidos em grandes casos garantem que farão tudo para que Derek seja condenado pela morte de Floyd e para que casos como esse não se repitam. A sessão do caso é tão esperada que será transmitida ao vivo e conta com cobertura em tempo real enquanto durar os procedimentos.

Desde as primeiras horas da manhã, uma multidão de manifestantes se concentra na frente do tribunal e com cartazes nas mãos, pedem que a Justiça seja feita por Floyd e por todas as “vidas negras que também importam”.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo