Compartilhe este texto

Itamaraty: Brasil acompanha 'com grave preocupação' situação entre Irã e Israel

Por Estadão Conteúdo (Agência Estado)

14/04/2024 7h53 — em
Mundo



O governo brasileiro acompanha "com grave preocupação" as notícias de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel, afirmou o Ministério das Relações Exteriores em comunicado publicado na noite de sábado.

"Desde o início do conflito em curso na Faixa de Gaza, o governo brasileiro vem alertando sobre o potencial destrutivo do alastramento das hostilidades à Cisjordânia e para outros países, como Líbano, Síria, Iêmen e, agora, o Irã. O Brasil apela a todas as partes envolvidas que exerçam máxima contenção e conclama a comunidade internacional a mobilizar esforços no sentido de evitar uma escalada", acrescentou.

Ontem, o Irã lançou um ataque de drones e mísseis contra Israel e advertiu que não hesitará em tomar mais ações defensivas para proteger os seus interesses. O governo iraniano também disse que a ofensiva representou uma resposta a repetidas investidas militares israelenses, entre elas um ataque que destruiu o consulado iraniano em Damasco, na Síria, no começo do mês.

O governo israelense disse que o Irã lançou mais de 300 drones e mísseis em direção a Israel, e que o ataque foi quase inteiramente interceptado por suas forças de defesa.

Na nota publicada ontem à noite, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil recomenda que não sejam realizadas viagens não essenciais à região do conflito e que os brasileiros que já estejam naqueles países sigam as orientações divulgadas nos sítios eletrônicos e mídias sociais das embaixadas brasileiras.

O Itamaraty vem monitorando a situação dos brasileiros na região, em particular em Israel, Palestina e Líbano desde outubro passado, acrescentou.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Mundo

+ Mundo