Homem negro recebe maior pena por invasão ao Capitólio dos EUA

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/10/2021 16h34 — em Mundo

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) - Um homem negro foi condenado nesta semana pela invasão ao Capitólio dos EUA, como é conhecido o Congresso americano. Troy Anthony Smocks, de 59 anos, recebeu uma pena de 14 meses de prisão — a maior entre os 19 sentenciados até agora pelo Tribunal do Distrito de Columbia.

Smocks, no entanto, não esteve presente durante a invasão do local, que ocorreu em janeiro deste ano. Segundo informações da CNN Internacional, ele estava em Washington no dia da invasão, mas fez ameaças em redes sociais da extrema-direita e incentivou as pessoas a invadiram o prédio.

"Prepare nossas armas e depois vá buscá-las", teria publicado em uma rede social. O homem confessou as informações ao tribunal no mês passado.

No entanto, durante seu julgamento essa semana, Smocks falou que estava sendo tratado de forma mais dura por causa da cor de sua pele. Ele usou como exemplo o caso de uma mulher branca que publicou que estava procurando pela presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, para "atirar no cérebro dela".

Dawn Bancroft, no entanto, vai responder por uma contravenção com pena máxima de seis meses de prisão. "Meritíssimo, isso é racismo. É por isso que há muito mais homens negros e pardos na prisão do que brancos pelo mesmo crime", disse Smocks durante seu julgamento.

A juíza distrital Tanya Chutkan, que também é negra, rejeitou as declarações do homem. "O Sr. Smocks agora procura se comparar de alguma forma e se armar no manto dos direitos civis. Eu, por exemplo, acho isso ofensivo", disse a juíza.

Das 19 pessoas condenadas, 11 receberam pena de prisão.

Em janeiro, as portas do Capitólio chegaram a ser travadas. Os manifestantes foram incitados pelo então presidente Donald Trump a se reunirem em frente ao prédio para esperar a sessão de oficialização de Joe Biden como novo presidente e de Kamala Harris como vice.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo